VOLTEI! | gravidez, medos, incertezas (& sorteio)


Fiquei alguns meses sem preparar vídeos e postagens novas e, no vídeo abaixo, abro meu coração pra explicar pra vocês o motivo do sumiço. Obrigada por serem incríveis, pelas mensagens de carinho, pela compreensão e paciência ao longo desses anos ♥. 

Um estudo em vermelho, de Arthur Conan Doyle

Há alguns personagens que são tão marcantes, tão revolucionários e tão importantes para a literatura que às vezes esquecemos que são sequer personagens. Existe algo de aurático os cercando, como se eles tivessem criado vida e escapado das obras que o originaram. Sem sombra de dúvidas, um deles é o consultor-detetive Sherlock Holmes.

Criado no final do século XIX por Sir Arthur Conan Doyle, a mente aguçada de Sherlock Holmes foi reproduzida à exaustão em adaptações cinematográficas ao longo do século XX. O personagem é tão marcante, que vemos em todos os cantos até hoje novas e novas interpretações da dupla Sherlock Homes e John Watson. Sem sequer pesquisar profundamente, temos os filmes com Robert Downey Jr. e Jude Law, as séries Sherlock, da BBC e Elementary, na qual Lucy Liu interpreta uma encarnação feminina do médico.

Nem Fred Explica, de Cleu Nacif | + SORTEIO

Fred é um psicólogo de 29 anos, que vive atormentado pelos pesadelos e lembranças de quando seus pais morreram em um acidente de carro, dez anos antes. Ele divide um apartamento com a irmã, Marcela, que não poderia ser mais diferente. Aspirante a atriz, Marcela é uma jovem cheia de vida que adora se divertir, aparentando ter lidado melhor com a morte dos pais do que o irmão, o que acabou criando uma barreira entre os dois. Após um incidente na primeira consulta de Fred com Débora, sua nova paciente, ele tem um ataque de ansiedade e desmaia no colo da garota. Por causa disso, Marcela acaba conhecendo Débora e as duas começam a se encontrar às escondidas, envolvendo-se cada vez mais, enquanto Fred se afunda em um buraco de bebedeira e depressão, levando o relacionamento com a irmã a um ponto caótico.

Império de Vidro, de Flávia Marcelino | + SORTEIO

Quando o telefone do detetive Oliver King toca às três da madrugada, em plena noite de Natal, ele imagina que seja apenas seu amigo e parceiro de polícia, Kyle Woodstock, pregando-lhe uma peça. Entretanto, não estava preparado para o que viria a seguir: Florence, uma empresária da alta classe londrina, dona de uma agência internacional de modelos, é assassinada em sua própria mansão, durante a festa natalina. O crime desencadeia descobertas da face mais obscura da sociedade, revelando que nem tudo é o que parece. Diante do cenário cada vez mais intrigante, e de jogos de aparência, os detetives da polícia de Londres precisam descobrir a identidade do assassino. “Império de vidro” é uma trama dinâmica e envolvente, com um desfecho inusitado.

Desonra, de J. M. Coetzee

Coetzee nasceu na África do Sul, na Cidade do Cabo, em 1940. Mas começa a escrever seu primeiro livro nos Estados Unidos, quando estava vivendo lá — isso na década de 70. Seu primeiro livro, Dusklands, foi publicado em 1974. Desonra foi publicado em 1999 e rendeu ao autor o Booker Prize pela segunda vez. Já havia recebido esse prêmio em 1983 com o livro Life and times of Michael K. O autor também já foi agraciado com o prêmio Nobel de Literatura, em 2003.

Desonra traz uma história aparentemente simples, mas só aparentemente, pois é uma história carregada de significados. Ambientado na África do Sul, pós apartheid, acompanhamos os dilemas de vários personagens, o desafio da vida em sociedade e a importância da empatia. Entender e aceitar uma realidade diferente pode ser bastante desafiador.

Dedo, de Justum

Sinopse: Abordando o realismo fantástico, a crítica social, o lirismo, o humor, a fábula, a ironia, o chulo. O livro Dedo é um conjunto de pequenos contos que ora se aproximam, ora se distanciam na narrativa e no estilo, fazendo com que o leitor percorra uma viagem por caminhos nem sempre paralelos. As mulheres, os homens, os bichos, deus, anjos, ricos, pobres, governantes, governados, a moral, os hábitos... tudo se mistura — ou seria nunca se mistura? Numa narrativa enxuta que costura mundos complexos. Em poucas palavras e brincando com certa esquizofrenia no conjunto, o autor monta um mosaico que vai do onírico e fantástico a um olhar denso e irônico sobre a condição humana e os papéis sociais.

O lago das sanguessugas - Desventuras em série #3 - Lemony Snicket

O Lago das Sanguessugas é o terceiro livro da série Desventuras em série escrita por Lemony Snicket. Nos livros acompanhamos a história dos irmãos Baudelaire que, após a morte dos pais em um incêndio, vivem uma jornada de dor e sofrimento em seus novos lares.

O novo lar dos irmãos fica no alto de um penhasco e próximo ao lago das sanguessugas. Dessa vez, sua nova tutora é Tia Josephine — uma viciada em gramática que tem medo de absolutamente tudo. Apesar dos medos irracionais de Tia Josephine dificultarem um pouco a convivência entre eles, ela não é má com os órfãos. 

Porém, a vida dos Baudelaire se complica quando o Capitão Sham aparece em suas vidas. Demonstrando — falso — afeto por Tia Josephine para conseguir se aproximar e infernizar a vida — já sofrida — dos irmãos.

Ninguém vira adulto de verdade, de Sarah Andersen

Ninguém vira adulto de verdade é um quadrinho — livro de tirinhas — da ilustradora e cartunista americana Sarah Andersen, publicado recentemente no Brasil pela editora Companhia das Letras pelo selo Seguinte.

As tirinhas da Sarah retratam várias situações do cotidiano da vida de um adulto. Mesmo quando atingimos certa idade — e passamos a nos considerar e ser considerados como adultos — é comum ainda nos sentirmos inadequados para algumas situações e, a Sarah nos mostra algumas delas com muito bom humor nas páginas que compõem esse livro.

No vídeo abaixo mostro a edição com um pouco mais de detalhes e falo sobre as minhas impressões dessa leitura.

A Sala dos Répteis - Desventuras em série #2 - Lemony Snicket

A Sala dos Répteis é o segundo volume da série Desventuras em Série escrita por Lemony Snicket. No final do primeiro livro, os irmãos Baudelaire não estão mais sob a tutela do temível Conde Olaf, pois seu plano de se apossar da fortuna dos irmãos foi descoberto e isso fez com que ele perdesse a tutela dos Baudelaire.

No início desse livro, os irmãos estão na expectativa para conhecer o seu novo tutor — Tio Monty. E, devido a experiência um tanto traumática com o primeiro, eles estão apreensivos pensando em como será o novo lar. Será tão horrível quanto o anterior? Mas os irmãos têm uma grata surpresa: o novo tutor é bastante amável.

Porém, a felicidade dos órfãos em sua nova casa não dura muito, pois um ajudante do Tio Monty aparece para infernizar a vida dos irmãos.

Mau Começo - Desventuras em série #1 - Lemony Snicket

Mau Começo dá início a história de Desventuras em série escrita por Lemony Snicket (pseudônimo de Daniel Handler). A série conta com 13 livros, tendo o primeiro sido publicado em 1993.

No primeiro livro somos apresentados a história dos irmãos Baudelaire que, ao perderem seus pais em um incêndio, vão morar com — o temível — Conde Olaf. O tutor dos irmãos não possui nenhum afeto por eles e as trata da pior maneira possível. Só aceita cuidar das crianças para tentar se apossar da fortuna que seus pais deixaram.

No vídeo abaixo falo um pouco mais sobre a triste e sombria jornada desses órfãos e as minhas impressões dessa leitura.