Entrevista - Cassandra Clare


Ela foi jornalista e editora de uma revista de entretenimento famosa nos EUA. Filha de americanos e nascida no Irã, mudou-se de país várias vezes durante a infância. Em 2004 começou a escrever aquele que viria a ser um dos maiores acertos literários da Simon & Schuster desde a sua fundação. Ela é Cassandra Clare, que conversa com o L&C agora.


L&C - Para começar, gostaríamos de agradecer a oportunidade de lhe entrevistar. Por favor, fale um pouco sobre o início da carreira como escritora, os seus autores preferidos, as suas principais influências, etc.
Cassandra – Suponho que comecei minha carreira como escritora muito cedo, quando escrevia contos para meus amigos da escola. Quando terminei a universidade, fui trabalhar em uma revista de entretenimento em Nova Iorque.
Era realmente muito cansativo - nós trabalhávamos ao longo de várias horas e era muito estranho porque a maioria delas ficávamos à espera de dicas, notícias e fofocas de enviados que iam para a Costa Leste (West Coast), que tinham sido enviados três horas antes. Houve momentos em que tivemos notícias para serem escritas às 6:00 da manhã e muitas vezes elas tinham de ser enviadas para a editora até a noite. Não era raro ter um dia de trabalho em que entramos na redação ao meio-dia e ficamos até as três da manhã. Eu comecei a escrever Cidade dos Ossos (City of Bones) como uma forma de reduzir o stress e eu não tenho feito outra coisa desde então.
Em termos de influência, eu tive vários autores que me influenciaram quando jovem — O Senhor dos Anéis de Tolkien, E. Nesbit, C. S. Lewis, e mais atualmente a história fantástica de Susan Cooper e Lloyd Alexander. Então conheci (e gostei!) dos livros de Borderland e Charles De Lint’s. Estou certa de que o fato de eu ter começado a ler muito cedo fez com que eu me apaixonasse por literatura fantástica e me introduziu nesse mundo da fantasia urbana enquanto gênero.


L&C - Você nasceu no Irã e mudou de país várias vezes. Como foi a experiência de se adaptar a um local e ter de mudar-se pouco tempo depois? Você conseguiu estabelecer relações de amizade verdadeiras durante esse período?
Cassandra – Eu era muito pequena, de forma que não me lembro muito bem de todos os países em que morei. Sendo sincera, apenas tenho lembranças da França e da Suíça. E sobre amigos, eu  não tive - eu tinha apenas dois anos, quando deixei o Irã! Infelizmente, muito jovem para fazer amigos que me lembraria mais tarde.


L&C - Você se considera uma cidadã americana ou iraniana? Como você se sente ao presenciar o impasse diplomático entre os Estados Unidos e o Irã?
Cassandra - Eu sou uma cidadã americana. Mas isso não significa que eu não sinto nenhuma ligação com o Irã. Eu queria voltar para lá algum dia e visitar, mas sempre ouço "não é boa política favorável para ir" ou "é um mau momento para ir agora". Isso me deixa triste, pensar que não posso revisitar o lugar onde nasci.


L&C - Você começou a escrever "Cidade dos Ossos" em 2004. Do momento em que você teve a idéia, até escrever e publicar, você pensou, em algum momento, em desistir? Foi difícil conseguir um agente?
Cassandra - Nunca pensei em desistir, mas foi porque meu objetivo não era ser publicada. Era um objetivo pessoal, para terminar o livro e contar a história. Quando o livro foi concluído, uma amiga minha, Holly Black¹, que já tinha um agente recomendou-me a ele. Ele concordou em olhar Cidade dos Ossos e assinamos um contrato de representação logo em seguida. Finalizar o livro foi a parte mais difícil, encontrar um agente não foi tão difícil.


Nota do entrevistador¹ – Holly Black, autora da série “As Crônicas de Spidewick” e da nova trilogia “The Curse Workers”.


L&CAtualmente, a mídia especula sobre o fim do livro de papel e o advento do livro digital. Você acredita que o livro impresso deixará de existir? Você teme que a indústria dos livros acabe como a indústria fonográfica?
Cassandra - Eu não tenho medo de e-books. É normal ter medo de mudar, mas eu não acho e-books fará o download ilegal proliferar assim como aconteceu com a indústria fonográfica. As pessoas não consomem livros da mesma maneira que consomem música. Quando as pessoas querem um livro, eles querem a coisa toda - quando as pessoas compram música muitas vezes querem apenas uma ou duas faixas de um álbum. Agora, eles podem receber apenas aquela canção do CD, ao invés de comprá-lo inteiro. Mas ninguém quer apenas um capítulo de um livro.


L&C - Como surgiu a inspiração de criar Jace, Clary, Simon e os caçadores de sombras (shadowhunters)? Existe algum personagem no seu livro que não existia antes de você começar a escrever?
Cassandra - Nenhum dos personagens não existia antes de eu começar a escrever! Personagens para mim são criados como a história é criada: de uma forma gradual, lenta. Às vezes, eles se tornarão bem diferentes na hora que eu finalizar com a história do que eram quando começou. É como escavar um pedaço de mármore para descobrir a forma de uma estátua. Certamente, eu incorporo aspectos das pessoas que conheci quando estava criando os meus personagens, mas os personagens são sempre muito diferentes de suas inspirações – Não acho que é fácil identificar a inspiração de um autor.


L&C - Em quantos países os seus livros são publicados? Como você se sente sabendo que seus livros são lidos por pessoas do mundo inteiro?
Cassandra - Eu acho que são publicados em 28 idiomas. É uma sensação incrível saber que os livros estão sendo lidos em países que eu nunca sequer visitei!


L&C Há alguns meses, você acessou o site da Iris Figueiredo para verificar a data de lançamento de “Cidade dos Ossos”. Você até tweetou sobre isso. Como você chegou ao site (na época, ainda com o nome de 365 livros por ano) e o que achou dele?
Cassandra – Eu gosto sempre de acompanhar a repercussão de meus livros, seja nos EUA ou no exterior. Infelizmente, Barry, meu agente, é muito ocupado e só pode me atualizar quanto a essas informações dentro do possível. Então, entrei no Google Translator, digitei “Brazilian release of City of Bones” e com o resultado da tradução, fiz uma pesquisa. O site que acessei foi o primeiro a aparecer na lista. Foi então que tweetei. Aquele site era maravilhoso e deveria servir de exemplo para muitos blogs americanos com a mesma temática. Eu tentei voltar a ele mais tarde, mas acho que foi desativado ou mudou de endereço².


Nota do entrevistador² – O site da Iris agora se chama “Literalmente Falando”.


L&C - Você poderia falar um pouco mais sobre a história de seu novo livro (The Infernal Devices #1 – Clockwork Angel)? Trata-se de uma série? Em caso afirmativo, quantos volumes estão previstos?
Cassandra - A nova série se chama The Infernal Devices e é antecessora de Os Instrumentos Mortais, que se passa no século XIX em Londres. Não teremos os personagens de Instrumentos Mortais nele, exceto pelos antepassados de Magnus Bene. Você pode saber mais em:  http://www.theinfernaldevices.com/. O personagem principal é uma menina que não é uma caçadora de sombras, mas se encontra com um grupo deles enquanto procura seu irmão desaparecido.


L&C - O seu livro está sendo lançado no Brasil. Contudo, várias pessoas já leram a série "Os Instrumentos Mortais" em inglês e amaram. Você gostaria de mandar uma mensagem para os seus fãs brasileiros?
Cassandra - Eu acho que eu diria que, mesmo quem já leu os livros em Inglês, por favor informe todos os seus amigos sobre os livros que saem em Português no Brasil! Quero que os livros se tornem um enorme sucesso no Brasil para que eu possa ir até o país de vocês e encontrar com todos os meus fãs brasileiros!


PERGUNTAS RÁPIDAS


Um dia especial –> Quando descobri que meu livro seria publicado
Um livro –> Orgulho e Preconceito, Jane Austen
Uma música –> Such Great Heights
Um filme –> O Senhor dos Anéis
Uma frase –> “Tantos livros para tão pouco tempo…”
Um sonho/meta –> Ter meus livros publicados em todas as línguas do mundo


L&C - Gostaríamos de agradecer novamente. Esperamos ver você em breve no Brasil!
Cassandra – Eu que agradeço. Espero encontrar todos vocês em breve!


Gostaram?!
Não esqueçam de comentar!

53 comentários:

  1. A entrevista ficou super legal!
    Cassanda Clare é uma ótima autora e, aparentemente, super fofa também.

    Beijos
    Kathy
    http://leitora-compulsiva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Que liiiinda!! *o*
    Adorei a entrevista!
    Muito!!
    Quero que TMI faça sucesso aqui no Brasil para a Cassie poder vir pra cá! Daí quem sabe eu finalmente vou poder ter a oportunidade de conhecer ela!

    ResponderExcluir
  3. oooow
    eu nao sabia que ela tinha se mudado tanto! hehe
    eu tambem me mudo bastante que ja' nem me apego mais aos lugares ou `as pessoas com facilidade.

    Ficou muito legal a entrevista Igor =D

    ResponderExcluir
  4. Linda, perfeita, diva, absoluta, tudo de bom! Essa mulher realmente mudou o meu conceito de literatura YA, que eu sempre achei fútil demais. City of Bones é consistente, emocionante, misterioso, encantador. Enfim, é um dos melhores livros que li e que ainda lerei em toda a minha vida. Conhecê-la seria uma espécie de sonho realizado...

    Estou com uma inveja enorme de você. Como conseguiu falar com ela??

    Abçs

    ResponderExcluir
  5. aah, ler essa entrevista só me deixou com mais vontade de ler o livro! muitas curiosidades nessa entrevista, suas perguntar são muito boas, Igor. Muito simpática ela, adorei!
    beijooos!

    ResponderExcluir
  6. li toda entrevista e adorei, muito fofa ela. *-*
    Tambem to muito afim de ler os livros dela.

    mas como ela disse... “Tantos livros para tão pouco tempo…”
    /fato

    xD

    To adorando todas entrevistas que você tem feito, Igor. Parabéns :* beijos

    @hey_deeds

    ResponderExcluir
  7. Nossa guri. Parabéns pela entrevista adorei^^

    ResponderExcluir
  8. UHULLL! É isso aí, gente! Bora comprar os livros da Cassandra Clare em português!
    SUPER quero que ela venha pro Brasil! *----*
    AMEIII os livros dela! (Ao menos os que eu li!) E sério, acho que se alguém ainda não deu, deveria! :)

    Caaara, outra coisa que eu vi... JURO pra você que não sabia que ela tinha nascido no Irã! @_@ Deve ser meio difícil/complicado pra ela, né? :S

    Adorei a entrevista Igor! ^-^
    Beijoos :*

    ResponderExcluir
  9. Sua entrevista só me deixou mais curiosa por esse livro. É incrível, é igual a Jogos Vorazes, você não vê NINGUÉM falando mal dos livros!! Essa história dela ter nascido no Irã é muito trash né? Deve ser chato não poder ver os lugares onde você nasceu e cresceu... Em comparação, morar CADA ANO EM UM LUGAR DEVE SER FANTÁSTICO #alok

    Parabéns Igor, amei!

    ResponderExcluir
  10. Hum... Eu não tinha planos de comprar Cidade dos Ossos, mas essa entrevista, somada a resnehas bastante positivas sobre esse livro, fizeram-me rever meus conceitos

    ResponderExcluir
  11. Hehe, muito legal. Nunca li os livros, mas ela parece super simpática pela entrevista. Só um aviso, não tem link para o Blog da Íris.

    ResponderExcluir
  12. Olá todo mundo,

    Aviso que já estou corrigindo a questão do blog da Iris. Eu recomendo MILHARES E MILHARES de vezes os livros da Cassandra (apesar de ter achado Clockwork Angel interessante, mas sem muita originalidade). Ela escreve muito bem e, como disse a Paulinha, seus livros são iguais a The Hunger Games, ninguém fala mal. Juliana, entrei em contato com ela através da Holly Black, que é amiga dela. Foi realmente gratificante conversar com Cassie e fico feliz que gostaram.

    Abçs

    ResponderExcluir
  13. Ah que honra ser elogiada pela Cassie! haha Eu ainda não li Mortal Instruments *morre*, mas eu lia as fics dela e eu AMAVA! *O* Agora eu tô esperando meu MI chegar!

    ResponderExcluir
  14. A Cassandra é uma fofa. *-* Quero muito ler Cidade de ossos. :3

    ResponderExcluir
  15. Quero MI, pra ler. T_T
    Parece mt bom. :D
    Adorei a entrevista. bjs

    ResponderExcluir
  16. Nossa, deve ter sido super legal fazer essa entrevista com a Cassandra Clare!!
    Ainda nao li nenhum livro, mas estou louca para ler Cidade dos Ossos e muito provavelmente vou comprar Clockwork Angel em ingles para ler!!
    As resenhas dos livros dela sao so elogios!! Quero fazer parte desse grupo, hahaha

    ResponderExcluir
  17. Que lindo o livro preferido dela é o mesmo que o meu! Deve ser barra mesmo ter nascido num país que cria tanta divergência como o Irã.

    A história parece muito interessante, adorei a entrevista, como já comentei antes, acho as perguntas que vocês fazem super bem elaboradas, dando de dez a zero em muito jornalista que tem por aí! Parabéns de novo!

    ResponderExcluir
  18. Eu lembro da Cassie de antes ainda das colunas de celebrida — da época de HP! Achei o sucesso dela fenomenal e um motivador sem tamanho pra escritores que começaram num ramo fanfiction e resolveram seguir adiante. ;)

    ResponderExcluir
  19. Amei a entrevista, a Cassandra é muito simpatica!
    Doida para ler os livros dela!!
    beijoos

    ResponderExcluir
  20. parabéns pela entrevista, adorei, nossa tadinha dela mudou tanto, imagino pra ficar se adaptando..to loka pra ler cidade dos ossos

    ResponderExcluir
  21. Nossa realmente excelente entrevista! A Cassandra merece isso e muito mais, ela é uma ótima escritora!! Se ela queria que os livros se tornassem um sucesso no Brasil acho que está um pouco desatualizada, porque eles já são um sucesso!! Parabéns mesmo pela entrevista!!

    ResponderExcluir
  22. A entrevista para variar ficou ótima! Obviamente tenho q comentar que a Iris foi uma grande sortuda, rs. Mas falando sério, li em inglês e adorei o livro.
    Parabéns por mais uma entrevista excelente!

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Legal a entrevista, vou procurar saber mais sobre os livros dela =)

    ResponderExcluir
  24. Eu necessito desse livro, preciso ler um livro decente que tenha anjos!! E pelo visto Cidade dos Ossos vai me surpreender *-*, bom assim espero!!
    Adorei a entrevista!

    ResponderExcluir
  25. Adoro as entrvistas do blog!!!
    Eu não tinha idéia de como a autora era, mas pela entrevista acho q a Cassandra é ótima e se preocupa com seus leitores.
    Amei!!
    To louca pelo livro!

    ResponderExcluir
  26. Uau! K entrevista!! Já tinha ouvido falar sobre Cidade de Ossos, mas não sabia que o livro fazia tanto sucesso. Estou louca para ler!! Quem sabe não teremos a Cassandra na Bienal do Rj ano que vem...
    Sua entrevista foi muito inteligente e direta ao ponto. Meus parabéns!! Sucesso e até breve.

    XOXO, da Lisse

    ResponderExcluir
  27. Cidade dos ossos é o primeiro da minha lista, ja to contando as moedinhas pra comprar...a grana ta meio curta sabe...
    o trecho do livro que eu já li é muito bem escrito e a cassandra é realmente muito inteligente pra trabalhar falando de celebridades...

    ResponderExcluir
  28. Ótima entrevista!Quero muito os livros dela,são super elogiados.
    E adorei a frase que ela escolheu “Tantos livros para tão pouco tempo…”.Esse é um grande problema.

    ResponderExcluir
  29. O livro tem sido muito bem falado, não li mais estou curiosa pra conhecer.

    Gostei da entrevista, principalmente da parte "perguntas rápidas" ;D

    ResponderExcluir
  30. Adorei a entrevista. É mais um livro pra minha listinha :)

    ResponderExcluir
  31. Suuper doce, amei ela! Adorei a entrevista, agora só preciso leer Os Instrumentos Mortais *--* #expectativa

    ResponderExcluir
  32. Que linda ela! *-*
    Poxa, queria que eles começassem a lançar os livros hardcover aqui no Brasil. Eu vi um da Mari do Psychobooks, o City of Bones mesmo, era lindo!

    ResponderExcluir
  33. ADOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOREI A ENTREVIISTA
    Ela parece ser meeeeeeeeeeeeeeeeega simpatiica
    quero muiito ler o livro, muiito meesmo
    todos dizem ser OTIMO
    seriia demaaaaaaaaaaaaaaais se ela viesse pro Brasil *-*
    mt chato isso dela nao poder ir ate o Irã =/
    adorei a entrevista ²
    bjokas

    ResponderExcluir
  34. muito legal! ^^
    a historia do livro é interessante, do tipo q chama minha atenção hehe

    tava confundindo os nomes dos livros Cidade dos Mortos com Cidade dos Ossos.... :P

    ResponderExcluir
  35. Nossa, que oportunidade de entrevista. Aahhh ela tem medo de não voltar para o Irã. Nova saga no ar.
    E logo logo vai ter filme do livro dela. Gostei da entrevista.

    ResponderExcluir
  36. Puxa, que legal, adorei a entrevista, e agora aposto que o livro dela deve ser ótimo!
    Por que ela é muito fofa!
    Que show entrevistar alguém tão conhecida, parabéns!

    ResponderExcluir
  37. Me dá o livro que fico feliz! adorei a entrevista, parabéns

    ResponderExcluir
  38. Ela foi um doce na entrevista, PONTO pra ela!
    E é amiga da Holly Black, tem como não amar? Rsrsrs.

    Agora é ansiar por mais e mais lançamentos dela e pelo sucesso de uma maravilhosa escritora!

    Beijos,
    Irine (Yami_no_Hime).

    ResponderExcluir
  39. Cidade dos Ossos é meu novo sonho de consumo. Leio tudo a respeito dele. Agora entrevista com a autora é a primeira vez e não me surpreendi, esperava que ela fosse isso tudo mesmo. Parabéns pela entrevista.
    Maravilha ser fã de O Senhor dos Anéis, já começou bem, ter nascido no Irã por si só daria um bom tempero (me fez lembrar de um filme iraniano a que assisti chamado A Maçã, maravilhoso).
    Sou da moda antiga e penso como ela, o livro digital não é a mesma coisa, não tem o cheiro, não tem a capa, não se pode segurar. Coisa de gente à moda antiga.
    Aguardo ansioso o dia de poder ler e me deleitar com Cidade dos Ossos.

    ResponderExcluir
  40. aii que querida ela!
    to louca por Cidade dos Ossos *--*

    ResponderExcluir
  41. Tô querendo muuito ler esse livro!
    Pena que estou quebrada esse mês e não vou poder comprar =/

    ResponderExcluir
  42. Sua entreista me fez querer dar uma segunda chance a cidade dos ossos. A primeira tentativa não teve muito sucesso... rs
    Mas ainda assim, a Cassandra ficou "famosinha" na internet escrevendo fanfics de Harry Potter, e cheguei a ler em algum site, na época de anúncio do lançamento dos livros, que isso tinha contribuído muito para a formação dos personagens e nessa entrevista ela nem falou nada... Pena, acho que o talento dela era bem reconhecido com as fanfictions.
    Anyway, ótima entrevista!
    Bjos

    ResponderExcluir
  43. Nossa, muito legal. Adoro suas entrevistas.
    A Cassandra parece ser bem simpática.
    Acho que não tem reconhecimento maior do que ter um livro traduzido para outros idiomas, afinal, a editora resolveu lançá-lo apostando que é realmente bom. E os blogueiros fazem bem o papel de escolha.
    Muito bom! Parabéns pela entrevista.

    ResponderExcluir
  44. Adorei a entrevista. o blog tá muito legal!

    ResponderExcluir
  45. Parabéns pelo post, ótimo livro e a autora fez uma entrevista bastante dinâmica. Quero ler esse exemplar.

    ResponderExcluir
  46. De tanto as minhas amigas falarem do livro, eu comprei ele em inglês a uns 2 meses... não tive tempo para ler, mas parece ser ótimo!!

    Entrevista ótima... Clare parece ser muito atencionsa :)

    ResponderExcluir
  47. Adorei a entrevista, a autora é super simpática! :D Agora fiquei com mais vontade ainda de ler o livro!

    ResponderExcluir
  48. Obrigada por trazer a entrevista com esta autora, que escreveu uma das minhas séries favoritas.
    Foi muito bom conhecer mais sobre ela.
    E quero ler todos os livros de Instrumentos Mortais.

    Bye

    ResponderExcluir
  49. Muito boa a entrevista!!
    Precisoooooooooo ler Cidade dos Ossos!!
    Bye.

    =)

    ResponderExcluir
  50. Quero muitoo ler o livrooo!!
    Vlw pela entrevista!!

    ResponderExcluir
  51. Muuito boa a entrevista..
    To doida pra ler esse livro *-*

    ResponderExcluir
  52. sinto que os livros dela serão tendência no Brasil :)

    ResponderExcluir