Cidade de Vidro - Os Instrumentos Mortais #3 - Cassandra Clare

Sinopse

Clary está à procura de uma poção para salvar a vida de sua mãe. Para isso, ela deve viajar até a Cidade de Vidro, lar ancestral dos Caçadores de Sombras, criando um portal sozinha. Só mais uma prova de que seus poderes estão mais sofisticados a cada dia. Para Clary, o perigo que isso representa é tão ou menos assustador quanto o fato de que Jace não a quer por perto. Mas nem o fora de Jace nem estar quebrando as regras irão afastá-la de seu objetivo: encontrar Ragnor Fell, o feiticeiro que pode ajudá-la a curar a mãe. 

Na semana passada eu postei a resenha de Cidade das Cinzas, se ainda não leu e for do seu interesse você pode ler clicando neste link. Mas a questão é, eu terminei Cidade de Vidro no outro dia, então vim contar para vocês o que eu achei do terceiro livro da série Os Instrumentos Mortais.

Novamente aviso que se ainda não leu nenhum dos volumes ou leu apenas o primeiro, recomendo que pule direto para a minha opinião, porque é impossível falar de uma continuação sem falar do seu volume anterior. 

A forma como Cidade das Cinzas terminou foi para morrer de ódio e curiosidade; uma amiga de Jocelyn, do tempo em que morava em Idris, fala para Clary como despertar a mãe que está adormecida por causa de uma poção que havia preparado para o caso de Valentim tentar algum tipo de tortura com ela. Para achar o antídoto ela tem que ir para o país dos Caçadores de Sombras e encontrar o feiticeiro Ragnor Fell, a única pessoa que conhece o antídoto. O problema é que Jace não quer que ela vá, pois Valentim está atrás do terceiro Instrumento Mortal, o Espelho Mortal, e mesmo ninguém sabendo onde exatamente ele está, sabem que se encontra em Idris o que significa que a atenção do pai estará voltada para lá.

Além disso, ninguém devia poder fazer o que Clary faz, e isso preocupa ainda mais Jace. A Clave poderia querer fazer alguma coisa com ela para descobrir o motivo de uma garota que nem ao menos foi treinada como uma Caçadora de Sombras, pode criar novos símbolos e muito mais poderosos do os que eles conhecem. Como se já não bastasse, Jace também mentiu para a Clave sobre como o navio de Valentim realmente se desmanchou enquanto envocava a horda de demônios em Nova Iorque e isso pode trazer sérios problemas para ele.

— Não é disso que estou falando — disse ele. — Não vou tocá-la se não quiser. Sei que é errado, meu Deus, como é errado, mas só quero me deitar com você, e acordar com você, só uma vez, uma única vez na vida. — Havia desespero em sua voz. — É só esta noite. No quadro geral das contas, o quanto uma noite pode importar?

Para impedir a ida de Clary, seu irmão resolve que vai pedir a ajuda de Simon para enganar não só a garota como também os Lightwood, que haviam concordado com a ida dela para Idris. Antes que Simon pudesse tomar uma decisão Renegados atacam e ele é levado para Alicante pelo portal. Ao chegar no Instituto e notar que se encontra vazio, Clary se desespera porque não foi para Alicante e Magnus que tinha aberto o portal não pode fazê-lo de novo, então ela mesma cria um e vai, ao tentar impedí-la, Luke é arrastado junto com ela.

Clary chega ao Lago Lyn, lugar de onde saiu o Anjo Raziel com os Instrumentos Mortais, e acaba ficando muito doente porque tal lugar é amaldiçoado. Luke a leva para a casa de Amatis, sua irmã, onde ela recebe o devido tratamento e começa a se recuperar. A primeira coisa que Clary faz ao se sentir melhor é tentar ver Jace, e quando chega à casa onde ele está hospedado não é tratada muito bem por todos, exceto pelo lindo e misterioso Sebastian. Depois de alguns acontecimentos, diga-se de passagem bem revoltantes, Sebastian e Clary procuram juntos pelo feiticeiro Fell, mas no lugar dele Clary encontra Magnus que conta para ela como acordar a mãe. O problema é: a garota vai precisar da ajuda do irmão. Surpreendentes novidades se encontram nas páginas de Cidade de Vidro...

Na resenha de Cidade das Cinzas eu disse que ele é maravilhoso e que eu tinha gostado demais dele, que tinha ficado com muita vontade de ler Cidade de Vidro. Não estava mentindo, mas eu com certeza não esperava tanta coisa deste livro, cada passagem, cada cena me prendia de uma forma impressionante e o amor pelo meu Jace cresceu ainda mais e agora eu tenho certeza de que nenhum personagem consegue ser melhor que ele, nem mesmo o Patch... Além disso, eu vi o Valentim se tornar meu vilão mais amado e mais odiado, ele superou o Voldemort, algo que eu não achava ser possível.


— Eu sei que acha que só quero ficar com você para... para mostrar a mim mesmo o monstro que sou — disse ele. — E talvez eu seja um mostro. Não sei a resposta para isso. Mas o que sei é que mesmo que haja sangue de demônio em mim, há sangue de humano também. E eu não podia amá-la desse jeito se não fosse pelo menos um pouquinho humano. Porque demônis querem. Mas não amam. E eu...

Depois dessa citação eu não posso deixar de mencionar o seguinte: se eu não tivesse me apaixonado pela histórias e personagens lá em Cidade dos Ossos isso seria completamente inevitável agora, o desespero dele e dela nesta cena quase real, de tão perfeita que é a cena completa. Ele é mais carregado de emoção que os anteriores, Jace já não é mais o mesmo, e certos acontecimentos arrancaram lágrimas dos meus olhos, aliás uma parte anterior a esta me deixou extremamente triste, não conto mais porque se não vai ser spoiler.

Assim como uma outra série de livros, não é possível encontrar pontos negativos na narrativa, não consigo ver algo prejudicial à estória que possa ser mencionado nesta resenha, de forma que fico até receosa em julgar minhas próximas leituras depois de ter lido Cidade de Vidro. Cassandra Clare as doses de romantismo, ação e descrição de cada mínima linha do livro parecem ter sido minimamente pensadas fazendo assim que nada fique sobrando e deixando a desejar.

A diagramação é idêntica ao do exemplar anterior, o que muda, um pouco, é o material da capa, mas ela continua ficando igual a uma rampa de skate de dedo, há também alguns erros de português, mas até hoje não li nada que não tivesse nenhum. Tem mais uma mudança também na capa, agora nós temos o efeito de vidro quebrado nela, que eu achei bem legal, mas me deixa um pouco tonta se ficar olhando continuamente.

Não teria a coragem de dar ao terceiro livro de Os Instrumentos Mortais uma nota menor que cinco estrelas, isso seria uma completa injustiça e eu entraria em confronto comigo mesma. Então, assim como Cidade das Cinzas, sua continuação leva cinco estrelas, mesmo tendo-o superado muito no que se refere à qualidade de um livro, mas é exatamente isso que eu procuro em uma série, evolução. Mal posso esperar por Cidade dos Anjos Caídos.

Classificação final:
 

20 comentários:

  1. Sua resenha esta perfeita Jessie e as citações que você fez são de partes realmente tensas! Esse foi o primeiro livro que eu parei de lê-lo porque não queria que chegasse ao fim.. Porque ele é realmente o melhor da série e acho um pouco difícil que o outro consiga superá-lo. Toda a trama envolvendo Clary e Jace, toda a tensão deles não poderem ficar juntos e ao mesmo tempo, não conseguirem ficar separados, se resolve nesse livro..
    Enfim,
    Beijoos
    Carol
    feitoporduas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Caroline pois é, senti o mesmo, toda a questão de ser proíbido, mas irresistível, a necessidade que um sente pelo outro é muito intensa. Me falaram que o quarto é ainda melhor, mais surpreendente... Esse é o tipo de série que eu não me importaria de ter 30 livros, compraria todos sem pestanejar.

    Beijos amiga linda

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não li esse livro (não a edição que eu tenho aqui). Ele tá aqui, olhando pra minha cara, mas ainda não entrou na lista de leitura. Porém o li em .PDF
    As cenas entre Jace e Clary são mesmo bem fortes e LINDAS, de emocionar!
    É um livro, uma série, muito phod@ e merece 10 estrelas!
    =*

    ResponderExcluir
  4. Jessie não crie muitas expectativas para Cidade dos Anjos Caídos, eu não gostei nem um pouco. Parece que a autora escreveu somente para vender mais livros. Mas gosto é gosto.
    Em minha opinião, Cidade de Vidro é o melhor livro da série, juro que a autora me surpreendeu de formas que eu nunca esperaria que ela seria capaz. Quando eu descobri quem era o mago Fell eu pensei: "UOU, que lokuraaaaaaaaa". A cena da CL com a rainha das fadas logo no finalzinho do livro tbm é bem legal, ela da uma peitada geral nela....kkkkkkk.
    Quando eu li akela parte da citação que o Jece pede pra deitar com ela eu pensei tbm:"Essa autora deve ter algum problema de infância mal resolvido, só pode." Mas depois de algumas revelações BOMBNASTICAS eu percebi que ela é só esquisita mesmo, E AMIGA DA HOLLY BLACK......kkkkkk

    Bom, ta ai meu super mega monster coment.....kkkkkk

    Abraços,
    http://www.vidadeleitor.com/ XDD

    ResponderExcluir
  5. oie.
    Eu simplesmente AMEIIIIIIIIIIIIIIII esse livro, para mim é o melhor da série. Não que os outros sejam ruins porque são ótimos, mas esse é mais especial porque acontece aquilo que eu tanto queria, rsrss.
    beijos.

    ResponderExcluir
  6. Sempre que vou na livraria fico encarando ele e vejo se compro ou não compro. A resenha ficou ótima, dá pra ver que é um excelente livro. Porém, só porque ele é de série, já me desanima. Estou tentando me livrar das séries e ficar no livros normais mesmo, mas sempre acabo voltando atrás :X rs

    Beijos,
    Caroline, do http://criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. ADOREI sua resenha!
    Esta é uma das minhas séries favoritas, amo amo amo todos os livros! Apesar de o segundo ser meu favorito, este não está muito atrás! :)
    Também fiquei muito triste nesse livro, inclusive com a luta interna do Jace, tadinho!
    Mas não sei vc se lembra (comento isso em todas as resenhas hahah) daquele quote em que o Jace diz que "amar é destruir" do primeiro livro? E no terceiro livro, tem aquela cena logo no início que ele a Clary brigam e a Isabelle fala para o Jace: "vc destruiu ela". Achei isso GENIAL! Literalmente! A Cassandra Clare tem o dom e o talento de fazer tudo se encaixar no final do livro e nada foi dito à toa. Simplesmente genial. :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Ainda não comprei e nem li nada da série Instrumentos mortais,mas tenho muita vontade *.*
    Sua resenha me deixa mais fissurada ainda, adorei!
    Beijos

    Viviane
    http://vivianeblood.blogspot.com/2012/01/resenha-para-sempre-ana-sergio-carmach.html#more

    ResponderExcluir
  9. Todo mundo comentando essa série! Não li nenhum dos livros, então não tenho um parâmetro pra comparar.. =/
    Suas resenhas são ótimas!

    Beijos,
    May ;*

    ResponderExcluir
  10. Ahhh, não posso ler sua resenha porque ainda estou no primeiro volume dessa série e por mais que não tenha spoiler, os livros que estou 'lendo'ou quero 'muito ler', prefiro guardar expectativa TOTAL, auahuahau!!!

    Li apenas que é impossível dar menos de 5 estrelas!!! OMG! Gabi surtaaandooo!

    Beijos
    Gabi - Romances e Leituras

    ResponderExcluir
  11. =(
    Ainda não li nem Cidade dos Ossos, pensa?? Apesar de ele estar aqui no meu guarda roupa desde o ano passado... Desorganizada, eu? Imagine... -.-'

    Adoro as capas, são lindas!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Jessie minha linda *-*

    Que resenha maravilhosa girl! IM é sim a minha série favorita, e tenho os meus motivos para isso!!
    Tipo, o Jace é perfect e assim como você sou apaixonada por ele *-*
    O L&C está cada vez melhor e desde que você e a Amanda assumiram acho que ele ficou mais acessível para os leitores, qndo era o Igor eu acho que o blog era muito fechado e elitista...
    Tão tá né, quero mto ler o próximo, q deve sair lá no meio do ano, certo? duro é ter que esperar... D=

    Bjokas

    ResponderExcluir
  13. Ai que resenha linda Jessie!
    Concordo com tudo, este livro é o meu favorito e me arrancou diversas lágrimas!! As cenas de Jace e Clary são carregadas de emoção!! Jace é o personagem mais fera dos últimos tempos na minha opinião!
    Cinco estrelas mais do que merecidas!!

    Beijos ;)
    Livros e blablablá

    ResponderExcluir
  14. Jéh, não sei bem o que comentar aqui haha
    como vc sabe n li nenhum dos outros livros (e vc quase me matou por isso) tsc tsc kkkkkk
    Então estou comentando pra não passar em branco,
    dizendo que eu adoro essa capa, assim como as outras da série.
    E espero gostar dos livros tanto quando vc. Vejo que esse em questão pra vc foi uma revelação né?
    bjs!

    ResponderExcluir
  15. Pensei muito em largar essa serie, isso ja era uma decisao tomada. Nao gostei de Cidade dos Ossos e nao pretendia continuar, mas sao tantos comentarios empolgados que eh impossivel parar. Agora vou ter que terminar. Estou decidida a continuar nem que eu so consiga gostar no ultimo livro.


    Beijos, Caline
    Mundo de Papel

    ResponderExcluir
  16. Instrumentos mortais é sem dúvida a melhor série pra mim neste momento, e não existe outra palavra para Cidade de Vidro que não seja PERFEITO. Eu achei tudo maravilhoso, eu chorei, gargalhei, senti raivam, fiquei de queixo caído, torci, babei e invejei (muito) a Clary... rs
    Fora ter me proporcionado este tanto de emoções, Cidade de Vidro assim como os livros anteriores de IM mostram a capacidade incrível que a Cassandra Clare tem de criar situações, e reviravoltas inimagináveis, a narrativa e os personagens são tão envolventes que fica difícil não querer mais e mais.
    Que venham City of Fallen Angels e City of Lost Souls! Além do 6º q eu não lembro o nome...rs

    ResponderExcluir
  17. Mikaeli Vasconcelos27 de janeiro de 2012 22:19

    Esse livro é realmente fantastico, eu tive a oportunidade de ler e a sua resenha foi muito boa ao descrever o livro, ele se tornou o meu favorito e também acho injustiça alguém dá menos do que 5 estrelas, os personagens a narrativa tudo é relacionado aos livros anteriores com pequenas mudanças perceptíveis e incrivelmente sutis. Eu amei o livro e recomendo para qualquer pessoa *-*

    Depois de ler e ver as suas comparações pretendo começar a ler Harry Potter, infelizmente ainda não pude ler mas esse ano acredito que consiga e poderei fazer comparações também.!!

    Um ótimo fim de semana.
    @kelynha_13

    ResponderExcluir
  18. Eu gostei dessa serie mas n espero muito do proximo, podia ter acabado aki sem maiores problemas, acho ateh q fechou bem o suficiente...

    Tb adorei o Jace *.* ele entrou p a minha lista de desejados rsrsrsrs Claro q ninguem ganho do Ragnar da Serie Cronicas Saxonicas, mas o Jace eh muiiito fofo *.* minha cena favorita na serie toda eh a dele com a Clare no aniversario dela no 1º livro.

    Vc n sentiu falta de um glossario naum??? eh minha maior queixa nessa serie, tem muito demonio e mt seres e tal. Um glossario seria bem legal p entender melhor o mundo deles :)

    ResponderExcluir
  19. oii
    será q vc poderia me dizer em qual pagina
    estao essas citaçoes que vc colocou?
    obrigada

    ResponderExcluir
  20. oii
    será q vc poderia me dizer em qual pagina
    estao estas citaçoes que vc colocou??
    obrigada

    ResponderExcluir