Sortilégio - Hex Hall #1 - Rachel Hawkins

Sinopse

Há 3 anos, Sophie descobriu que não é uma menina como as outras. Ela é uma bruxa e, até agora, isso só lhe trouxe alguns... arranhões! Sua mãe fez tudo o que pôde para ajudar: leu o que conseguiu encontrar sobre bruxas, fadas e magia; procurando consultar o pai ausente de Sophie — um poderoso feiticeiro europeu — só quando necessário. Até que a menina atrai atenção além da conta depois de um feitiço de amor poderoso demais... E é seu pai que define a sentença: Sophie deve ir para Hex Hall, um reformatório afastado de tudo e de todos que está sempre de portas abertas para receber qualquer “prodígio” que saia da linha — ou seja, além de bruxas como Sophie, fadas, metamorfos etc. E a tendência de Sophie para encrencas não decepciona. Já no fim do primeiro dia, ela acumula problemas: três poderosas inimigas que mais parecem supermodelos, uma fantasma que cisma em persegui-la, uma paixonite idiota pelo feiticeiro mais charmoso da escola — e ele tem namorada, mas como Sophie poderia saber? Para piorar, sua companheira de quarto é a pessoa mais odiada do campus, e a única vampira entre os alunos... Sim, os sanguessugas não têm boa fama, e uma série de ataques a estudantes acaba fazendo da única amiga de Sophie a suspeita número um na mira do Conselho e da direção da escola. Isso não é tudo, e Sophie precisa se preparar. Uma antiga sociedade secreta determinada a destruir todos os prodígios, inclusive e principalmente ela, parece estar mais próxima do que nunca de Hex Hall. Sophie terá de descobrir, do que sua magia é capaz e, sobretudo, suas origens e quem ela é de verdade.


Fazia sei lá quanto tempo que tinha esse livro aqui em casa, intocado até quarta da semana passada! Eu sempre quis lê-lo, mas sempre tinha um livro de parceria que eu estava louca para ler e passava na frente do pobre, fora o fato de que essa capa nem é animadora. Então uma amiga leu e falou que eu iria gostar, como estava de cama acabei tendo muito tempo para isso. 

Sophie é uma bruxa de dezesseis anos muito poderosa, mas como foi criada pela mãe, sem nenhum treinamento especial nem nada disso, ela não tem controle nenhum de suas habilidades e acaba se metendo em várias encrencas, até que o seu pai, um bruxo com o qual ela nunca teve realmente contato, decide que a menina deve ir para o Hacate Hall, ou como os outros alunos chamam, Hex Hall. O Hex Hall é uma instituição para "jovens rebeldes", mas não qualquer tipo, ele abriga fadas, bruxas, mutantes e uma vampira. Todos, de alguma forma descumpriram as regras do Conselho sobre manterem o mundo das criaturas míticas no anonimato e agora terão que permanecer lá até completarem dezoito anos.

É lá que Soph está agora, e isso não é tudo! Sua colega de quarto é uma vampira, os únicos seres que não são aceitos de forma alguma no mundo Prodígio, além disso, já no seu primeiro dia no lugar ela é convidada, pelo trio mais popular do lugar, a participar de um coven, um "grupo" só de bruxas negras (que são as bruxas mais poderosas, não se relaciona com maldade, necessariamente) e rejeita, arrumando três poderosas inimigas. Ela também descobre que Jenna, a tal vampira com quem divide o quarto, é culpada por todos os reclusos de matar Holly, sua amiga e antiga companheira de quarto. Além disso, um fantasma pode estar seguindo a garota pela escola.

E as coisas não ficam mais calmas para a garota, uma apresentação para os calouros depois do jantar da primeira noite mostra que tudo pode ser bem mais perigoso do que ela se quer sonhou um dia, se manter no anonimato é muito mais que recomendável, é questão de vida ou morte para os seres míticos.


E que graça teria uma escola sem um amor impossível? O certo amor impossível tem nome, Archer Cross, e tem também uma namorada, que aliás já a odeia por não ter entrado no coven quando Soph teve a oportunide! As coisas na vida da garota não são simples e quando os ataques voltam a acontecer no Hacate, todos voltam seus olhos para Jenna, de novo. Sophie precisa fazer algo o quanto antes para ajudar a sua única amiga! Durante todo esse processo ela também vai descobrir sobre suas origens, sua família paterna e que seu próprio pai não é qualquer um no mundo Prodígio.

Hex Hall foi uma leitura leve, divertida e muito prazerosa, daquelas que me fazem rir muito com o sarcasmo das personagens, que aliás são muito bem construídas, mesmo eu não gostando muito de algumas. O livro não tem lá muita ação, mas há algumas reviravoltas no final que dão uma certa "água na boca" e fazem com que a série pareça ser bastante promissora. O fato de ter sido fechada, sem aquele monte de pontas soltas na narrativa, que dão mais raiva do que fazem desejar o próximo livro, também contam muito a favor desse livro.

A Galera Record tem um histórico de capas muito bom, mas definitivamente, esta não se encaixa neste grupo, todos reclamaram (desde a época do lançamento) da modificação feita, eles disseram que era para tirar a "cara de menina" do livro, já que queriam que os meninos também se interessassem pela obra, sobre isso eu tenho que comentar duas coisas: a primeira é que essa capa ficou muito, mas muito feia mesmo e provavelmente afastou não só meninos, mas também meninas do livro (estou falando por experiência própria), já que ela não é, absolutamente, nada chamativa; a segunda é que essa capa com brilhinhos, de certa forma, ficou até mais feminina e feia que a origina, então o objetivo não foi alcançado! Concorda comigo?

Eu adorei esse livro e recomendo, mas para quem não lê em inglês e se aventurar com essa série, tenho uma péssima notícia, segundo a própria Galera Record, o segundo livro é só para o ano que vem (tweet de confirmação)! Uma pena, se querem saber a minha opnião. Então se você se interessou e lê em inglês junte o útil ao agradável e compre o livro antes e com a capa mais bonita (hehehe).

Hex Hall leva de mim quatro estrelas, principalmente pelas passagens divertidas, nas quais ri alto. Espero que a data de lançamento seja adianta, sonhar não custa, né pessoal?


Classificação final:

20 comentários:

  1. Oi Jessie!

    Eu já li esse livro e gostei. Não amei, mas me diverti muito lendo.
    Achei o começo meio parado mas depois tudo melhora. O final então... deu vontade de comprar o segundo livro em inglês mesmo para ver o que ia acontecer.
    Triste saber que o segundo só sai no Brasil no ano que vem :/
    E essa capa é terrível mesmo, concordo com o que você falou!

    Beijos, Carol.
    www.perdidanaestante.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante de Hex Hall e estou ansiosa pro lançamento de Demonglass aqui *-*
    Agora, realmente a capa nacional é muito feia. Acho ela mais feminina do que a original. Primeiro pelos brilhos e segundo pelo tom arroxeado rs Mas vai entender o que se passa na cabeça das editoras, né?

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  3. Primeiro eu PRECISO comentar da capa: realmente, a alteração na capa ficou horrível! Afastou tanta gente do livro (inclusive eu na época) que a justificativa deles não valeu por nada!
    Enfim. Tirando toda essa história da capa, eu acho a história muito legal, sabe? Acho que se parece muito com um anime que eu costumava ver uns anos atrás. É uma leitura leve, bem legal.
    E nossa, você ficou de cama? Espero que já esteja melhor.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  4. Oi, Jessie!
    Não sou muito de livros de fantasia e de bruxas, mas tenho muita vontade de ler esse livro por causa das resenhas positivas que já li. Algumas são extremamente positivas, como se fosse a melhor coisa mais escrita e outras como se fosse bom e divertido... isso me deixava confusa no começo, mas acho que você gostará da leitura se não for com grandes expectativas! Eu leria ele numa boa se ganhasse de presente, mas no momento não compraria. E essa capa brasileira é muito fail, que isso, hahaha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Sempre tive vontade de ler essa série mais ainda não tive oportunidade só lamento a capa não ter sido igual a americana acho essa tão feia =/

    bjs
    Tais
    http://www.leitorafashion.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não li este livro, sou louca para devorar esta hitória.
    Pena que minha lista de books a ler esta imensa.
    Amei a sua resenha, ficou ótima.
    Beijokas
    Brih
    Meu Livro Rosa Pink

    ResponderExcluir
  7. Oi Jessie
    Não sabia que tinha vampiros no livro rs
    Confesso que só não comprei o livro por causa da capa, que é horrível. A original é bem mais chamativa e bonita. Realmente essa capa afastou os meninos e as meninas rs
    Mas a história parece ser muito interessante. Gosto de personagens sarcásticos.
    Quero comprar a versão americana.
    bjos

    ResponderExcluir
  8. Oi flor!
    Eu também vi algumas resenhas do livro mas eu vi mais resenhas que deixaram a desejar em relação à história. Eu gosto de personagens engraçados e de "bom humor", com um toque de ironia inteligente, sabe? Mas eu ainda não fui conquistada por ele, talvez quando surgir um preço bom, né?? Hehehehe!
    Não sei, as duas capas não me agradaram, nem a original e nem a brasileira - apesar de eu amar roxo.

    Adorei a resenha!
    =*

    ResponderExcluir
  9. Oi Jessie,

    Quando o livro foi lançado eu estava toda animada para ler, mas ele caiu no anonimato comigo. São tantos livros que surgem que eu acabo me esquecendo.
    A capa, realmente, não é bonita. A original venderia bem mais, já que o objetivo era chamar a atenção né..

    Lendo a sua resenha, achei a história bem leve. Como fala de bruxas e seres mágicos já imaginamos uma coisa mais elaborada.
    A minha vontade de ler o livro voltou, mas desanima saber que a continuação só ano que vem. Acho que vou enrolar mais um pouco..rs

    bjinhuxxx
    Eu li e Divulgo

    ResponderExcluir
  10. parece ser bem legal esse livro, pra quando vc quer uma coisa leve. E concordo com vc, essa capa eles botaram ficou muita mais cara de menina do a original q tbm e muito mais bonita.

    ResponderExcluir
  11. Olá Jessie,
    Nossa, falou em bruxas e afins e já adorei. Devo confessar que pela sinopse eu compraria o livro imediatamente, mais se fosse pela capa passaria distante. Bom, o livro parece ter pitadas de comédia, e mistérios, o que me chama muito atenção. E é até bom que o livro não tenha terminado com milhares e milhares de pontas soltas, porque como você mesmo diz, acaba desagradando mais do que agradando.
    Sobre a capa eu achei uma desculpa boba da editora para ela ser mudada, e concordo que a brasileira ficou bem mais feminina,com a cor lilás e as estrelinhas. Por mim, teria ficado a internacional. Sim, sou exigente com capas.
    Eu nem acho ruim que o lançamento do próximo demore, me dá um pouco mais de tempo pra comprar o primeiro, rsrsrsrsrrs'

    Beeijos
    Elder Koldney

    ResponderExcluir
  12. Acho impossível algum ser humano fazer comentários negativos desse livro.
    Ele transmite alegria.
    Adorei a resenha.

    beijos
    http://aoinfinitoealem.com

    ResponderExcluir
  13. Eu adorooo Hex Hall!
    Tb achei super divertido! O segundo é meu favorito, não vejo a hora de ler o terceiro!
    Gosto mais da capa original, maas... :D
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Sim, essa capa tira qualquer um da praça, hahahhaha. Quando a editora lançou eu fiquei: nossa, tanto alarde... para isto? A original é tão mais bela! E olha que não é costume da galera fazer umas capas tão... mais ou menos. Que bom saber que é um livro leve! A história parece super deliciosa, *o*

    Rachel Lima
    http://corujando.org

    ResponderExcluir
  15. Hey (:
    Odiei a capa também, não broxante, mas enfim UAHSUAHSUA Eu comprei esse livro para a minha irmã, ela nem leu ainda eu acho, mas beleza qq Já vi resenhas falando muito bem dele mesmo, espero gostar. Sua resenha ficou muito boa, que bom que gostou do livro.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  16. Até que eu achei a capa bonitinha, mas confessa que a original é melhor.
    Adorei a resenha, gosto de livros desse tipo. Um mundo totalmente com seres mágicos. Bruxos, fadas e todo o resto me encantam. Acho que eu vou gostar da história.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Jessie, Paixão,
    Eu a-m-o Hex Hall, mas não tenho a edição brasileira, portanto, não posso saber se a edição tá boa, mas pelo que me parece, não tá tão diferente.

    besi
    Matheus

    ResponderExcluir
  18. Adoro uma leitura divertida e prazerosa, portanto esse livro com certeza está na minha listinha de leitura!
    Eu não acho essa capa feia assim, sabia? Hehe
    Beijão flor!

    ResponderExcluir
  19. Hex Hall <3
    Nunca li, mas por todas as resenhas que eu vejo e pelo contexto do livro já amo!
    Adoro sarcasmos *OOO* kkkkk Personagens assim fazem a minha leitura mais feliz - q
    Sério que vc n achou a capa tão bonita assim? Eu gostei, mas realmente as outras são bem mais bonitas.
    Sophie parece ser diva, só de ela ser bruxa já é uma coisa boa *adoro bruxas* em estórias que fique bem claro, stay away from me HAHAHA
    bjs!

    ResponderExcluir
  20. Eu sou de Portugal e o 2 livro já foi editado, acabei de o ler ontem, é fantástico, e totalmente viciaste e melhor que o primeiro, estão sempre a acontecer coisas, quando parece que já nada mais pode acontecer, a história pega fogo.

    ResponderExcluir