Zumbis X Unicórnios - Org. Holly Black e Justine Larbalestier


Sinopse:  Nesta antologia, editada por Holly Black e Justine Larbalestier, diversos contos apresentam fortes argumentos a favor de Zumbis de um lado e de Unicórnios de outro. Os argumentos, que incluem tanto pontos negativos e positivos de cada lado, são expostos por renomados autores, entre eles Cassandra Clare, Meg Cabot e Scott Westerfeld.


Ler este livro foi decepcionante e surpreendente ao mesmo tempo. Não tinha muita expectativa pelo fato de não ter lido nada da maioria dos autores — só conhecia a escrita da Diana Peterfreund, autora da série Sociedade Secreta, que já li o primeiro livro e gostei bastante! E ironicamente o conto dela foi um dos piores —, mas tinha expectativa em relação aos contos de zumbis, por ser grande apreciadora dos comedores de cérebro. Quanto aos unicórnios, bem... Confesso que não esperava muita coisa a respeito desses pôneis com chifres, então imaginei que seria do “time zumbi” logo de cara, mas ei! Encontrei histórias legais sobre os pôneis chifrudos! — Duas, especificamente.

Sim, sim, sim! Admito que comecei o livro com certos preconceitos. Mas que coisa feia, Amanda! Quais eram esses preconceitos? 1) não esperava ler algo bacana sobre os pôn... ops! Unicórnios. Eu os considerava seres sem graça e comecei a leitura torcendo o nariz para os pobrezinhos pôneis malditos (pois é, nem todos eles são bonzinhos); 2) estava torcendo pra não encontrar nenhuma história onde zumbis se apaixonassem, torci com todas as minhas forças pra que não tivesse um conto nesse estilo no livro, mas tinha! (Convenhamos: um humano se relacionando com um zumbi é necrofilia! E um zumbi que pensa, sente... Isso não é zumbi! — Olha o conflito!) E ferrando com toda a minha sanidade: eu gostei de um deles! Sim, eu fiquei chocada! Porque sim! (mais uma vez) eu ‘acredito’ nos zumbis que rastejam, gemem e te comem! SÓ! Zumbi com consciência era demais pra mim, mas tinha um conto engraçadinho (?) nesse estilo e eu estaria me enganando se dissesse que não me diverti com ele.

O livro foi organizado pela Holly Black e pela Justine Larbalestier — não tem nenhum conto das duas no livro, elas simplesmente tiveram a ideia — e cada uma lidera uma equipe: A Holly defende o “time unicórnio” e a Justine o “time zumbi”. No início de cada conto elas fazem um breve comentário sobre a história, cada qual defendendo o seu time. E a ideia — claro que isso não tem que ser visto como uma missão a ser cumprida ao término da leitura — é que ao ler os contos você se decida: sou #TeamZombie ou #TeamUnicorn?

Não sou do “time zumbi”, nem do “time unicórnio” (bem... não nesse livro). O livro é composto por doze (12) contos — 6 pra cada ‘equipe’ — e eu gostei de quatro. Dois deles de zumbis e dois de unicórnio. Vejam só vocês... Tivemos um empate!

Para minha tristeza não cheguei ao final de nenhum conto querendo gritar: nossa, que história legal! Mesmo os contos que me agradaram foram ‘mais ou menos’. Encontrei contos que considerei ruins e medianos, nenhum excelente. Talvez seja um bom livro para intercalar com outra leitura. — Leia um conto e leia um pouco de outro livro, depois volte e leia mais um conto e por aí vai...

Por que eu disse que esse livro foi uma decepção e ao mesmo tempo uma surpresa? Bom, primeiro porque imaginei que as histórias (pelo menos as de zumbis) me empolgariam mais. — Daí a decepção! E segundo porque abri a mente (?). Gostei de uma história onde um zumbi se apaixona (ainda estou absorvendo isso...) e gostei de ler sobre os pôn... digo, Unicórnios! (claro, na medida do possível, porque a maioria das histórias com os pôneis malditos — leia-se: unicórnios assassinos frios e cruéis — não me convenceram!). Digamos que coisas inimagináveis aconteceram. — Daí a surpresa! Está curioso (a)? Leia! Você pode encontrar contos legais nesse livro, nada extraordinário. São histórias que podem te distrair, divertir, mas não muito mais que isso.

AH! Não posso deixar de comentar. Trabalho gráfico do livro? LINDO! Desde a capa até os detalhes internos com um zumbi ou um unicórnio no topo das páginas. 

Classificação final:

Livro: Zumbis X Unicórnios
Organização: Holly Black e Justine Labalastier
Páginas: 388
Editora: Galera Record

9 comentários:

  1. Então... Eu estava querendo comprar esse livro esses dias para trás (estava aproveitando a ida na livraria para ver se levava algum), mas acabei não levando, porque não queria arriscar comprar e acabar não gostando do livro.
    Gostei bastante da sua resenha, porque ela é bem do jeito que eu gosto(vou repetir sempre isso, porque afinal, é do jeito que eu gosto mesmo), falando tanto os pontos positivos, quanto os pontos negativos do livro.
    Um dia eu penso em arriscar, mas hoje... Prefiro ficar na curiosidade mesmo.

    Beijos,

    Vitória

    Shake Your World

    ResponderExcluir
  2. Oi Amanda!
    Eu confesso que tenho vontade de comprar esse livro só pq acho o trabalho gráfico lindo, como você disse. Mas o preço é muito salgado e isso sempre me faz deixar essa compra de lado. Também não aceito Zombies que se apaixonam ou tem qualquer tipo de sentimentos, isso acaba com a história. Sobre os Unicórnios eu juro que nem sei o que esperar.rs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Também não entra na minha cachola, zumbis que se apaixonam...
    Apesar dos pesares, quero ler esse livro.
    Gostei muito da sua resenha.

    Luiza Helena Vieira
    Obsession Valley

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi resenhas muito boas e muito ruins sobre esse livro. Fiquei na dúvida, e gostaria de lê-lo pra tirar minhas conclusões, até porque adoro contos!

    Beijinhos,
    May :*
    {tagarelando.net}

    ResponderExcluir
  5. não li este livro ainda, mas pelas resenhas que li, acabei ficando com o pé atras.
    na verdade tenho curiosidade em ler o livro pelo fato dos seres presentes serem diferentes do comum!

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho vontade de ler esse livro mesmo sabendo que dificilmente eu vou gostar. Porque eu não sei. Acho que é de sacanagem mesmo...

    Zumbis que se apaixonam? Isso nomn exciste! Mas tão fazendo um filme sobre isso de nome "Sangue Quente". Aberração, é o que é!

    Acho que meu maior medo é acabar no #TeamUnicorn. Seria vergonha.

    Mas acho que não vou ler esse livro tão cedo. Tá muito caro pra uma coisa que eu tenho pouco interesse.

    ResponderExcluir
  7. Quando eu vi já queria pela capa ahahahaha
    A primeira vez que li sobre o livro foi no blog Garota it... estou bem curiosa

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho certa curiosidade pra ler esse livro. Achei uma ideia legal e me interessei por conhecer os contos.
    Pena que não tem nenhum excelente né?!
    pretendo ler quando tiver oportunidade, mas não tenho grande expectativa não. Vamos ver de que lado eu fico.. hehehe
    Eu acho essa capa linda! A diagramação deve ser muito legal também! :D

    ResponderExcluir
  9. Ainda tenho minhas dvidas em ler esse livro. Tem vários autores que eu gosto de admiro.mas acho que também teria esse preconceito por ser tratar de poneis e zumbis, parece um livro de contos mediano.

    ResponderExcluir