O Beijo das Sombras - Academia de Vampiros #1 - Richelle Mead

Sinopse

Lissa Dragomir é uma adolescente especial, por várias razões: ela é a princesa de uma família real muito importante na sociedade de vampiros conhecidos como Moroi. Por causa desse status, Lissa atrai a amizade dos alunos Moroi mais populares na escola em que estuda, a São Vladimir. Sua melhor amiga, no entanto, não carrega consigo o mesmo prestígio: meio vampira, meio humana, Rose Hathaway é uma Dampira cuja missão é se tornar uma guardiã e proteger Lissa dos Strigoi - os poderosos vampiros que se corromperam e precisam do sangue Moroi para manter sua imortalidade. Pressentindo que algo muito ruim vai acontecer com Lissa se continuarem na São Vladimir, Rose decide que elas devem fugir dali e viver escondidas entre os humanos. O risco de um ataque dos Strigoi é maior, mas elas passam dois anos assim, aparentemente a salvo, até finalmente serem capturadas e trazidas de volta pelos guardiões da escola. Mas isso é só o começo. Em O beijo das sombras, Lissa e Rose retomam não apenas a rotina de estudos na São Vladimir como também o convívio com a fútil hierarquia estudantil, dividida entre aqueles que pertencem e os que não pertencem às famílias reais de vampiros. São obrigadas a relembrar as causas de sua fuga e a enfrentar suas temíveis consequências. E, quem sabe, poderão encontrar um par romântico aqui e outro ali. Mais importante, Rose descobre por que Lissa é assim tão especial: que poderes se escondem por trás de seu doce e inocente olhar? Richelle Mead dá uma nova face à literatura vampiresca com este romance: mais ácida, apimentada e inteligente do que nunca, a saga dos Moroi e seus guardiões surpreende pelas reviravoltas e pela ousadia desses cativantes personagens.


Eu tenho os três primeiros livros de Academia de Vampiros aqui em casa desde sei lá quando, mas foi só no fim do ano passado quando eu li uma resenha (do QUARTO livro!) do Matt do Vida de Leitor foi que a vontade de começar a ler a série começou de verdade.

Lissa Dragomir e Rose Hathaway são melhores amigas desde que eram crianças, mas isso não é o mais importante sobre as duas, eis o que realmente importa: Lissa é a última sobrevivente de seu clã (um clã muito importante, diga-se de passagem)  e uma Moroi muito poderosa e Rose, uma dampira (mistura de Moroi com humano), fará qualquer coisa para protegê-la — inclusive fugir do colégio onde viviam.

Depois de dois anos fora da São Vladimir — uma escola preparatória para vampiros e seus guardiões — elas finalmente são encontradas por Dimitri suspiros apaixonados e levadas de volta. Ao chegar lá as duas descobrem que as coisas mudaram um pouco e que pode ser um pouco complicado se encaixar no mundo em que viviam com a naturalidade de antes. Isso sem contar em como ambas estão atrasadas nas matérias comparadas aos seus colegas.

As coisas são um pouco mais complicadas para Rose que tem um treinamento físico para se tornar Guardiã de Lissa. Em sua cabeça as coisas já estão bem definidas: ela e Lissa compartilham uma espécie de ligação muito poderosa — o quão poderosa descobrimos no decorrer do livro e por esse motivo nada mais sensato que ela ser designada como Guardiã de sua melhor amiga para protegê-la dos Strigoi. O problema está justamente na falta de preparação física da garota e, por isso, Dimitri mais suspiros se torna seu treinador.

Os Strigoi são uma raça muito interessante, eles são os vampiros que estão mortos enquanto que os Moroi estão vivos. Além disso o primeiro grupo é imortal e se alimenta do segundo (confuso? Também achei!) e os Moroi se alimentam de humanos — mas sem matá-los. Agora vem uma parte interessante sobre o grupinho dos vampiros mortos (isso me soa tão redundante!), há três maneiras de se tornar um Strigoi: drenando completamente um humano ou dampiro, bebendo sangue de outro Moroi ou sendo mordido por um Strigoi.

Rose e Lissa vão ter que lutar muito para se encaixar no seu antigo mundo, mas além disso, há mais preocupações: a princesa do clã Dragomir ainda não desenvolveu seu poder sobre os elementos (algo extremamente preocupante para a idade dela), mas o mais importante: pode haver uma conspiração para fazer mal a Lissa.

Como disse, não é de hoje que conheço Vampire Academy, mas só recentemente realmente me senti instigada a ler (tudo culpa do Matt!) e gostei bastante, mas não tanto quanto eu imaginava que ia gostar. Há algumas coisas que me incomodaram durante a leitura, primeiro foi toda a criação da Mead, vampiros vivos (os bonzinhos) e vampiros mortos (os maus) não funcionou pra mim, não gosto quando determinado autor mexe demais em determinado mito. 

Outra coisa: os híbridos de humanos e vampiros, os dampiros, custei a me acostumar com esse termo também, mas acho que foi mais o choque do começo de série mesmo porque nos segundo e terceiro volumes de Vampire Academy já não me incomodava mais, tudo questão de conhecer, entender e me acostumar com o universo criado pela Richelle, acredito. Dito isto houve uma coisa com a qual eu não consegui me acostumar: Lissa.

Eu simplesmente odiei a Lissa e como a Rose ficava perto dela. Agora é o momento em que você me pergunta: mas por quê?, estou correta? Bom para começar ela é muito chata, cheia de vontade e emocionalmente frágil. Não consegui encontrar um ponto positivo na personagem, para mim a obra seria bem melhor se ela fosse substituída por alguém um pouquinho mais carismática. 

A princesa Dragomir é o tipo de personagem que me faz querer jogar o livro pela janela e eu dei graças aos deuses da leitura que o livro é narrado pelo ponto de vista da Rose, da qual eu realmente gostei durante a maior parte da leitura (ou quase isso!) mas esta também se torna insuportável em certos momentos quando começa com o papo de "eu tenho que proteger a Lissa", "Nada pode acontecer com ela" e por aí vai... Pra falar a verdade eu tive uma vontade louca de estapear as duas durante um bom número de páginas.

Por outro lado temos o Dimitri (posso suspirar de novo?) que é o cara mais foda de todo o livro e por quem eu me apaixonei durante a leitura. Nesse primeiro livro não há muitas revelações sobre ele, e o jeitão de bad boy — e o melhor Guardiãorealmente me conquistaram. Ele é o meu tipo de dampiro! hahahahaha

Bom, eu já li os três primeiros livros da série e gostei bastante, mas ela não está entre as minhas favoritas ou prioridades. Estou sim curiosa com o quarto livro, mas não é algo que não aguente esperar, entendem? O final do terceiro foi bem tenso, mas não instigou a ponto de me fazer querer devorar o quarto. Enfim, O Beijo das Sombras leva quatro estrelas.

Classificação final:

9 comentários:

  1. apesar de o estilo não me agradar muito, tenho curiosidade em ler esta série!
    já vi muitas resenhas positivas dela....

    ResponderExcluir
  2. Oi Jessie!
    Eu, diferentemente de você, amei a série, mas acho que só fui perceber o quanto gostei ao final do terceiro livro - e eu terminei maluca pelo quarto, mas só consegui adquiri-lo um ano depois de terminar o terceiro rsrs...
    A Lissa é uma personagem mais frágil mesmo, mas eu gostei dela, tanto que nenhum dos personagens me incomodou.
    E é impossível não amar o Dimitri haha
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Tô querendo ler esse faz um tempo... talvez o faça pular a fila de leituras!

    ResponderExcluir
  4. Oie, eu amo essa série. Rose é uma das minhas personagens favoritas e Dimitri é o cara! Richelle caprichou nessa série.

    Beijinhos.
    Carinho das Palavras

    ResponderExcluir
  5. Oie, eu amo essa série. Rose é uma das minhas personagens favoritas e Dimitri é o cara! Richelle caprichou nessa série.

    Beijinhos.
    Carinho das Palavras

    ResponderExcluir
  6. Rapidinho meninas: selinho para vocês http://www.trilhasculturais.com/2013/03/selinho-dardos.html

    Sobre a resenha: adoro vampiros e claro que essa série me chama atenção, mas ela é bem grandinha né?

    ResponderExcluir
  7. Oh meudeus, como assim, princesa Dragomir?? kkkk A única princesa Dragomir que conheço é a Antanasia, do livro Como se livrar de um vampiro apaixonado. Será que foi daí que a Beth Fantaskey se inspirou? kkk

    Confesso que também nunca tive interesse em ler A academia de vampiros, mas lendo sua resenha fiquei bem curiosa.

    Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  8. oi , eu adorei o livro rsrs ... eu nunca tinha lido mais uma amiga minha me recomendou e eu gostei mt !!kk

    ResponderExcluir