O Projeto Rosie - Graeme Simsion

Sinopse

Perto de completar 40 anos, o peculiar professor de genética Don Tillman havia desistido do amor. Para acompanhar sua rotina severamente cronometrada, com esquema de refeições padronizadas, um cronograma para a execução de cada compromisso (inclusive para a prática de exercícios físicos antes de dormir) e lidar com sua falta de habilidade social, só mesmo a mulher perfeita. E ele já sabe como encontra-la. Ou pelo menos acha que sabe. Ele desenvolve o projeto Esposa Perfeita, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a selecionar candidatas adequadas a seu estilo de vida. Mas quando Don conhece a jovem Rosie ele descobre que nem tudo na vida pode ser programado... e que o amor pode, de repente, vir a seu encontro.  

Essa era pra ser uma resenha em vídeo e juro que tentei gravar para poder postar pra vocês, mas não deu certo. Então eis me aqui (postando a resenha escrita mesmo) para compartilhar com vocês o que achei desse livro.

Don é um professor doutor em genética de 39 anos, mas o que realmente chama atenção nele não é sua carreira bem sucedida, nem o fato de não ser casado. Don só tem dois amigos: Gene (professor doutor do departamento de psicologia) e sua esposa (uma psicóloga também). Isso por si só não é lá muito normal, mas o que o destaca de outros é sua personalidade ímpar.

Quando falo sobre a personalidade única de Don quero dizer que ele é o tipo de pessoa que não possui nenhum traquejo social. Comunicar-se com os outros é uma tarefa bem complicada para ele já que, em função de sua grande inteligência, isso faz com que seja impossível pra ele agir de acordo com instintos que temos como naturais. Em suma: nosso professor divaga muito sobre cada pequena coisa. É nesse ponto que temos o principal foco de humor do livro.

Bem, como tudo na vida de Donald Tillman tem que ser complicado ele acaba tendo uma ideia não tão brilhante: submeter mulheres que se mostrem dispostas a ter um relacionamento com ele a um questionário cujas perguntas ele criou. Pra quê? Bem, assim ele poderia não perder tempo com aquelas que, de maneira alguma, seriam boas companheiras em seu ponto de vista. O princípio usado parece ser bastante simples, mas os requisitos exigidos por ele não são exatamente fáceis de ser preenchidos.


Depois de alguns dias sem obter qualquer resultado Gene intervém pegando todos os formulários e falando ao amigo que iria analisar e mandar uma candidata procurá-lo assim que encontrasse a mulher com a qual achava que Don se daria bem. Pouco tempo depois do amigo deixar a sala aparece uma mulher (nada comum, diga-se de passagem) dizendo ter sido enviada por Gene. Seu nome? Rosie.

Nosso professor a chama para sair e, depois desse convite, a vida dele se torna completamente diferente. Desde o primeiro encontro que ele tem com ela uma coisa fica clara: Rosie é totalmente incompatível com o Projeto Esposa. Ela fuma, detesta matemática e não sabe cozinhar! Nem de longe uma provável candidata, então por que Gene a enviou? Ele não consegue entender.

Por outro lado ele não age exatamente em seu padrão quando está com ela e, ao embarcar com a mulher que conheceu a pouco no Projeto Pai para descobrir quem é o pai biológico dela, ele quebra sua preciosa rotina criada cuidadosamente ao longo dos anos. Não faz sentido se manter perto de Rosie. Mas o que Don não sabe é que talvez o amor não faça sentido.

Ultimamente eu tenho tido a imensa sorte de ler livros que me encantam e O Projeto Rosie certamente faz parte dessa seleção. Foi uma leitura leve e divertida, mas além disso me ensinou bastante. Don é o tipo de personagem que faz você dar boas risadas durante todo o livro, mas o humor que ele nos traz também não é algo forçado, o humor trazido por ele é de uma sutileza tamanha que te faz ficar apaixonada pelo professor.

Quantos de vocês assistem a série de TV The Big Bang Theory? Bem, para aqueles que assistem eu posso dizer que o professor Tillman é como o Sheldon, mas sem a parte nerd que ele tem (nada de HQ's, bonecos, Star Trek). Como falei anteriormente, Don é bastante pragmático e é aí que ele faz a gente se divertir. Enquanto lia também me lembrei do Matt do Vida de Leitor porque certas situações são simplesmente a cara dele e então umas semanas atrás mandei algumas citações via SMS, e o que aconteceu? Ele concordou comigo! As situações sociais para esses três são uma coisa de outro mundo.

Rosie por outro lado é o tipo de personagem complexa em sua simplicidade. Enquanto virava as páginas ficava ainda mais curiosa para saber mais sobre ela, sobre aspectos de sua vida. Demorou um pouco para que certas respostas fossem obtidas porque este livro é narrado em primeira pessoa e pelo ponto do professor. 

Falei que acabei aprendendo algumas coisas com o livro, certo? E isso é a mais pura verdade. O Projeto Rosie me mostrou que a minha máxima de não julgar ninguém precipitadamente se mostrou ainda mais correta; fez-me ver que pessoas diferentes (em qualquer aspecto) tem uma dificuldade enorme de se adaptar; refletiu defeitos que não sabia que tinha até parar e pensar. Mas, acima de tudo, pude perceber que não adianta tentar encontrar alguém que seja o que você quer porque, às vezes, você nem sabe o que precisa.

Com esse livro Graeme Simsion fez de mim uma grande fã de sua escrita. O australiano merece todo o sucesso que seu livro vem conquistando. Se eu posso dizer uma coisa é: leia O Projeto Rosie e se apaixone por um professor e uma garçonete que são, sem dúvida, o casal mais inusitado da literatura.

Classificação final:

23 comentários:

  1. Só escuto falar bem desse livro. Em pensar que já estive com ele nas mãos e não levei! Que dó! Mas ainda quero muito lê-lo, quem sabe em breve. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  2. Jessie querida que resenha linda, estav em duvida se leria ou nao esse livro agora tive certeza, obrigada pel dica de leitura querida e parabéns pelo lindo blog.
    Agora estou curiosa para conhecer esse casal inusitado!!!!
    Bjinhos e te espero no Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  3. Já tinha lido sobre o livro e achei muito bizarro este comportamento do protagonista, tão bizarro quanto engraçado... Doida para conferi-lo.

    ResponderExcluir
  4. Hey Jéss meu amor!

    Adorei a tua resenha, realmente mostrou o quanto o livro te ensinou e o quanto vc realmente gostou da obra. Sério, eu realmente fiquei emocionada com o que vc falou e eu sei que vc não diz essas coisas o tempo todo e tal.

    Essa é de longe a resenha mais linda q vc já postou aqui e adorei ler o q vc escreveu.

    Bjs
    Clara

    ResponderExcluir
  5. ah sim esqueci de falar q os mimos q vc me mandou chegaram moreco. muuuuuuuuuuuuuito obrigada pq eles são tão perfeitos q quase morri na hora que abri aquele pacote divo.

    te adoro migs
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Fiquei muito interessada nesse livro, depois de ler sua resenha. Esse professor à procura da mulher perfeita deve ser hilário. Vou adorar esse livro. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é muito bom, eu o li e seria muito legal se ele virasse filme.Nós vemos uma pessoa tentando se entender e isso foi interessante.

    ResponderExcluir
  8. Eu já li várias resenhas desse livro já que quero muito lê-lo, mas nem todas são positivas. Esperava ler uma opinião diferente e que me fizesse ter uma ansiedade imensa em ler esse livro. E eu preciso ler um livro assim ! Com um humor distraído que me faça dar belas risadas. Acredito que tipos de livros desses gêneros estão em extinção!
    Amei sua resenha, sua expressão de opinião me cativou, e me deu muita vontade de ler. Eu preciso comprá-lo.

    ResponderExcluir
  9. Esse livro é praticamente a minha cara metade!
    Ok, eu ainda não li, mas tenho certeza que complementamos um ao outro rsrsrsrs Primeiro, por causa do Don. Adoro personagens com certas tendências contrarias à socialização; além do mais, ele é pragmático e professor de Genética (sonho fazer Biotecnologia). Então ele é tipo a perfeição, sabe? E depois ainda vem o enredo, que é totalmente diferente. Com o questionário, a Rosie... Parece ser realmente incrível. E pela sua resenha não estou errada, o que é um bom sinal.

    ResponderExcluir
  10. Assim como você amei ler O Projeto Rosie. Fiquei em crash in love por Don! É impossível não shippar Rosie e Don. Li sem esperar nada do livro e não é que me surpreendi? Valeu super a pena ler.

    http://alguns-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ta na minha lista de próximas leituras com certeza !!

    http://www.vicioempaginas.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Quero muito ler O Projeto Rosie desde que descobri que o personagem principal se parece com o Sheldo de The Big Bang Theory, porque sei ele ele vai me tirar muitas risadas. Não vejo a hora de conhecer Don e Rosie e descobri a bagunça que ela vai fazer com a vida dele!
    Tenho que comentar sobre essa capa porque nunca imaginaria que o livro teria um narrador masculino quando a vi!

    ResponderExcluir
  13. Achei muito legal a resenha, tomara que o livro realmente seja tão bom quanto estão falando, bjs!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Venho acompanhando várias resenhas desse livro e cada vez fico com mais vontade de lê-lo. A história parece ser bem divertida! Don parece ser um cara bem chato, mas ao mesmo tempo é bem engraçado e peculiar. Acredito que ele encontra Rosie que é totalmente o oposto dele, justamente para ele aprender que nem todo mundo é perfeito e que podemos nos apaixonar por alguém mesmo que seja tão diferente da gente! Essa é uma mensagem bem bacana que o livro quer passar!
    Quero muito ler!
    Até mais!

    ResponderExcluir
  15. Oi gentesss
    Projeto Rosie parece ser um romance que foge do padrão e conquista desde a primeira página, e não tem um teor romântico ou meloso. Notamos a transformação de Don, assim como percebemos que está se apaixonando. Mas a história foca principalmente no comportamento nada social do personagem Don. Acredito que a história é despretensiosa e diverte qualquer leitor.
    Bjus

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia!!! eheheh colocando na wishlist em 3,2,1
    ;D

    ResponderExcluir
  17. Só a parte de dizer que o personagem parece com o Sheldon já me convenceu a ler, acho o Sheldon o ator mais espetacular do mundo, me divirto muito.
    Já vi muita resenha boa do livro, já marquei nas futuras leituras.

    Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Esse livro é tanto amor! Acabei de ler "Memórias de um Amigo Imaginário" que trata do Max que é autista, e fiquei muito curiosa e apaixonada por essa questão. Tô muito ansiosa pra ler o Projeto Rosie porque é um livro que parece ser muito doce e apaixonante! Amo romance e esse parece ser um dos bons! Parabéns Jessie, tua resenha ficou maravilhosa! Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Nossaaaaa, que massa! Achei teu blog procurando por esse livro e adorei sua resenha. Estou bem ansiosa para ler.

    Beijo!

    Raquel
    www.pipocamusical.com.br

    ResponderExcluir
  20. Ah, quero muito ler essa história, onde o amor vai ensinar a Don que ele é escolhido e não quem escolhe a quem amar...
    Essa de formulário para encaixar mulheres como pretendentes deve me fazer rir muito... e no final das contas acabar se apaixonando pelo extremo oposto do que pretendia... esse Don tem muito a aprender e o livro tem tudo pra me divertir.

    ResponderExcluir
  21. Eu não assisto The Bing Bang Theory, mas posso imaginar que tipo de pessoa é o Don e o quão inusitado é esse romance com a Rosie. Acredito que deve ter pitadas de romance e muito humor e pela sua resenha, o livro deve valer muito a pena mesmo. Estou muito curiosa para ver a bagunça que a Rosie vai fazer nessa vida tão arrumadinha do Don.

    ResponderExcluir
  22. Já li várias resenhas sobre esse livro, mas nunca captou a minha atenção...
    Beijo, Jessie*
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  23. Ótima resenha!

    Ganhei este livro da minha irmã, mas ele não tinha me chamado atenção quando li a sinopse do livro. Com certeza, vou ler o mais depressa possível!

    ResponderExcluir