Os Instrumentos Mortais: Cidade Dos Ossos

Sinopse
Clary Fray (Lilly Collins) presenciou um misterioso assassinato, mas ela não sabe o que fazer porque o corpo da vítima sumiu e parece que ninguém viu os envolvidos no crime. Para piorar a situação, sua mãe desapareceu sem deixar vestígios e agora ela precisa sair em busca dela em uma Nova Iorque diferente, repleta de demônios, magos, fadas, lobisomens, entre outros grupos igualmente fantásticos. Para ajudá-la, Fray conta com os amigos Simon (Robert Sheehan) e o caçador de demônios Jace Wayland (Jamie Campbell Bower), mas acaba se envolvendo também em uma complicada paixão.

Ontem, dia 16 de agosto aconteceu, em Belo Horisonte, a cabine de imprensa do filme Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos e para a minha alegria como fã da série e blogueira eu estava para assistir a esta adaptação antes da estreia mundial.

Coisas estranhas tem acontecido com Clarissa Fray, ela vem desenhando esse mesmo símbolo em todos os lugares e, durante seu aniversário, ao entrar na boate Pandemônio ela vê um assassinato cometido por três jovens não muito mais velhos que ela ou seu melhor amigo Simon. Para deixar tudo ainda mais incrivelmente estranho ninguém mais se da conta do assassinato que acorreu no meio da boate. 

No dia seguinte durante uma apresentação de Eric, um amigo de Simon, ela encontra um dos jovens assassinos de novo que, logo em seguida, ele desaparece só para reaparecer em sua frente e depois sai, lógico que Clary vai atrás dele. As coisas podiam ser mais estranhas? Bem, as coisas não param por aí, enquanto ela tenta conseguir respostas de Jace (o loiro misterioso e assassino frio), não muito longe dali sua mãe, Jocelyn, está lutando contra Emil Pangborn e Samuel Blackwell que tentam levá-la até seu ex-marido, Valentine Morgenstern.

O objetivo de Valentine é ter o Cálice Mortal, um dos objetos poderosos do mundo. Ele é um dos três presente dado pelo Anjo Raziel ao primeiro Caçador de Sombras criado por ele, e este objeto em especial permite criar novos Nephilins, deixando assim a raça deles livre da ameaça de ser exterminada. Sabendo dos planos do ex, ela toma uma poção que a deixa em um estado de coma, por assim dizer. 

Depois de receber um telefonema da mãe avisando que era para Clary não voltar pra casa, ela faz justamente o oposto e, ao chegar, encontra um demônio a sua espera. Depois de explodir a cozinhar, de ver o Ravaner se recompor, de Jace chegar e a salvar a gorota se vê cada vez mais dentro pelo Mundo das Sombras que até o dia anterior ela nem se quer via. Para salvar a sua mãe e impedir que Valentine consiga o que quer Clary aprenderá que todas as lendas são reais.

Alguns avisos para quem está lendo essa resenha: não esperem imparcialidade de mim pois eu não sou capaz de julgar Cidade dos Ossos como alguém que não é apaixonado pelos livros da série a muitos anos. Também não sou uma crítica cinematográfica então não sei como julgar com a mesma capacidade deles, o que está escrito aqui é apenas o que eu achei do filme. Ahh sim e para
quem não quer spoiler do livro ou do filme não passe daqui também.

Bem, eu ando ansiosa por esse filme desde que a notícia da adaptação saiu, anos e anos atrás. Mas fiquei feliz de só ter sido produzido agora pois acho que teve tempo de amadurecer o roteiro (que foi reescrito) e diretor e atores deram aos Shadowhunters de todo mundo um filme do qual pudesse se orgulhar por sua semelhança com o livro no qual foi baseado.

Lily Collins fez uma Clary mais madura, mais decidida do que a que a criada pela Cassie e passou a impressão que o triângulo amoroso que temos nos dois primeiros livros (Jace-Clary-Simon) não será assim tão explorado, ponto a favor do filme, estou mais que cansada de ver tanto triângulo amoroso e o fato de isso não ser explorado com intensidade em The Mortal Instruments faz toda a diferença e ainda evita certas comparações desagradáveis entre sagas.

Jamie Campbell é um caso à parte, pessoalmente não gostei dele quando foi selecionado para viver o Jace, mas a cada trailer e still ele vem provando que não podia ter havido uma escolha melhor. Eu me rendi aos encantos do Jamie durante as duras horas e vinte de filme! De forma bem objetiva: o Jamie roubou a cena com a sua interpretação do meu bad boy literário favorito. Até os trejeitos do Jace o ator conseguiu imprimir, fora suas próprias características peculiares. Para quem na época julgou como eu: mesmo depois de tanto material divulgado vocês ainda se surpreenderão (de forma positiva) a atuação dele.

Jemima West apareceu menos, mas quando estava lá ninguém conseguia tirar os olhos de sua magnífica Isabelle Lightwood. As cenas em que ela está usando o chicote são as minhas favoritas (assim como no livro). Bem, Alec e suas crises de ciúme do Jace não poderia faltar, mas o Kevin Zegers realmente me fez querer rir durante algumas passagens, em especial na festa do Magnus e quando ele da uma cantada no Alec. O único que nunca tinha visto atuar ainda era o Godfrey Gao, mas o que posso dizer? Mesmo antes de ver como ele ficaria como o Alto Feiticeiro do Brooklyn eu já havia meu apaixonado por ele.

A Lena como Jocelyn me fez gostar mais da personagem que antes detestava. Acredito que nem preciso falar sobre a atuação de Jonathan Rhys Meyers, né? Eu já era fã dele a bastante tempo e gosto de absolutamente tudo que ele faz (aguardando Drácula neste momento) e como meu vilão favorito da literatura, Jonathan fez de mim uma fã ainda maior. Um Valentine tão cruel e, ao mesmo tempo, tão carismático quanto o que foi criado por Cassandra Clare só podia ser um papel para um grande ator.

De um ponto de vista objetivo: os efeitos especiais estão maravilhosos, a interpretação de todo o elenco está divina, a trama vai conquistar mesmo aqueles que nunca leram os livros, as cenas de ação ficaram impecáveis, o romance está em foco mas não a ponto de tornar Cidade dos Ossos um filme "meloso" e personagens foram envelhecidas o que nos trás mais maturidade. E para quem leu os livros preciso dizer que nunca vi uma adaptação tão fiel a um livro que li. Em suma? Os Instrumentos Mortais tem a receita para o sucesso também nas telonas.  

Na hora que o Jace e Clary descobrem que são irmãos quase realmente partiu de novo meu coração. Ainda bem que já estava preparada para isso. Ahh sim, não posso esquecer de comentar que nosso Simon Lewis teve um destaque maior nesse livro, inclusive queima alguns demônios e salva a Izzy (I shipp Sizzy!!!). Uma das minhas cenas favoritas no filme, vale ressaltarA traição do Hodge também tomou outra proporção já que ELE abre o portal para Valentine entrar no Instituto de Nova York e outro para que vários demônios entrassem na nossa dimensão, mas ele se "redime" um pouco no fim ajudando a fechar o mesmo.

Preciso dizer que houveram sim algumas mudanças, mas nenhuma delas deixou o filme a quem do que estávamos esperando, acredito que se não tivesse lido TMI ainda eu iria depressa para a primeira livraria procurar esse livro, porque um filme como aquele não poderia ser baseado em um livro ruim de forma alguma.

Então é isso, como uma fã estou mais que feliz por já ter visto o filme e poder recomendar a todos vocês. Quem ainda não leu Cidade dos Ossos vá assistir o filme assim mesmo e dê uma chance, quem sabe você não se torna um(a) Shadowhunter? Quem já leu pode ir assistir sem medo porque você vai se apaixonar por esta adaptação!

Classificação final: 
 

 



TRAILER DE OS CIDADE DOS OSSOS
Você ainda não assistiu aos trailers de Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos? Você pode vê-lo logo abaixo e todas as stills divulgadas oficiais que postei no álbum próprio para a adaptação na nossa fanpage. Basta clicar aqui para ver.




Se você quer saber mais sobre o próximo filme (que começa a ser gravado no mês que vem!!!) eu sugiro que dê uma olhada o site Idris Brasil que é a fonte nacional que eu acompanho desde sempre.

10 comentários:

  1. Eu não gosto de Instrumentos Mortais. Comprei os quatro primeiros livros achando que iria amar, o que não aconteceu. Porém, quero ver o filme já que eu li os livros, mas o trailer para mim foi decepcionante porque está muito diferente do livro. Espero que o filme esteja semelhante ao livro como você disse e espero que faça eu repensar o meu gosto pela série.

    http://compulsivebookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Jessie, eu preciso dizer que amo você novamente? Ah, acho que já me expressei no Twitter rs'
    Eu apressei minha leitura de Cidade dos Ossos no mês passado, simplesmente por causa desse filme, eu me recusava a ir ao cinema sem ter lido o livro, e a minha surpresa foi enorme ao terminar o livro e perceber que sim, eu já estava apaixonada, acabei me juntando ao enorme fandom e surtando com tudo, vídeo, still, trilha sonora, tudo, e fiquei mais radiante ainda quando fiquei sabendo que haverá pré-estreia do filme na minha cidade, entretanto, meu coração deu saltos quando eu vi você no Twitter falando sobre ele, e depois dessa crítica eu estou roendo os meus dedos de nervosismo, porque nossa, esse filme vai ser perfeito, fico muuuuito feliz de ter dado tudo certo, eles merecem, todos que trabalharam nesse processo, e essa história, ela merece uma adaptação digna que eu tenho certeza, irá conquistar uma legião de fãs. Jessie, hoje fez uma fã ficar radiante, mal posso esperar pelo dia 21...
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei do livro e quero ver logo o filme!! =)

    ResponderExcluir
  4. Ok Jessie, não dá pra controlar o recalque que eu tô sentindo de você nesse momento. Sério! Nunca estive tão ansiosa (e tenho certeza que não sou só eu) por um filme como estou agora. Aí você me faz uma resenha dessa e me deixa mais pilhada ainda!
    Sem contar que foi a senhorita que me fez uma Shadowhunter, né? E foi uma das melhores coisas que me aconteceu, plmdds.
    Ouvi dizer mesmo que o Jamie está sim fazendo o Jace perfeito. E não é pra menos, né? Acho que eu sempre acreditei nele. Mas, sinceramente, eu tô mesmo é louca pra ver o Kevin como Alec. HUAHEUAHEUHAEUHAE

    ResponderExcluir
  5. Jessie, sua lindona!
    Você quase me matou com essa resenha...rsrsrrs
    Estou muito ansiosa para assistir.
    Nossa, eu tinha tanto receio do Jamie como Jace, mas depois que vi os trailers comecei a me encantar por ele.
    Fico realmente muito feliz que o filme superou as expectativas.
    E depois de tanto tempo esperando, enfim vamos assistir o filme.
    As mudanças são sempre necessárias, mas fico feliz que o filme foi bem fiel ao livro.....hehehehe
    Expectativa total para o filme.
    PARABÉNS PELA RESENHA!!
    Beijos

    Jéssica Rodrigues
    Leitora Sempre
    http://leitorasempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adorei a postagem mas se soubesse q tinha spoiller nao teria lido. To no inicio do primeiro livro e qro acabar d ler antes da estreia.

    ResponderExcluir
  7. No sábado adquirimos um Box com os 5 livros desta série e estamos ansiosos pela sua chegada. Quero ler pelo menos o primeiro antes de assistir ao filme.

    Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Comecei a leitura desse livro hoje e estou achando tudo bem interessante e pelo trailer do filme acredito que será bem empolgante, pretendo ver semana que vem.
    parabéns pela leitura e resenha!!!!

    ResponderExcluir
  9. O filme parece ser perfeito, só vou ver quando ler o livro !!

    ResponderExcluir
  10. Que bom que você gostou do filme Jessie. Eu não sei bem o que esperar, porque não li os livros, nem sabia direito sobre o que era a história. Valeu pelas informações. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir