Deixe a neve cair - Maureen Johnson, John Green, Lauren Myracle

Deixe a neve cair foi o último livro que li no ano passado (2013). Algumas pessoas também o leram nessa época, pois os três contos desse livro acontecem na época do Natal. Então, para quem gosta de combinar a leitura com uma ‘data especial’, fica aqui a dica (atrasada, né? Sendo assim, fica valendo para o Natal de 2014!). Eu não tenho o hábito de escolher algum livro para ler me baseando em uma determinada ocasião. Eu o recebi da editora Rocco próximo a essa época do ano, estava curiosa pela leitura e, somando o fato de ter visto um bom número de pessoas comentando sobre ele, o interesse aumentou e eu decidi pegá-lo para ler.

O que me chamou pra esse livro foi o fato de ter um conto do John Green. Já li dois livros do autor e, por mais que não tenha gostado tanto de um deles, eu tenho curiosidade pelas coisas que ele escreve. Sobre a Maureen Johnson o único trabalho dela que conheço é o conto que ela escreveu para o livro Zumbis X Unicórnios, quando o li, não gostei, então o meu ânimo para ler outro conto da autora não estava muito alto. Já a Lauren Myracle eu nunca tinha lido nada de sua autoria, por isso, não sabia o que esperar de sua história.

Sobre os contos: adolescentes; véspera de Natal; uma nevasca.

O primeiro conto do livro é da Maureen Johnson e nele vamos conhecer Jubileu. A menina-do-nome-engraçado precisa mudar os planos do seu Natal e, ao invés de passar essa data com o namorado, ela pega um trem em direção à casa dos avós, pois os seus pais foram presos por um motivo, eu diria, bastante inusitado. A nevasca não permite que ela chegue ao seu real destino e ela acaba se perdendo — ou se encontrando? — no meio do caminho. A Jubileu é divertida e, apesar de ter se mostrado um tanto ‘cega’ em relação a alguns pontos importantes da sua própria vida, nesse contratempo, ela acaba conhecendo alguém capaz de fazê-la ter uma percepção melhor das coisas.

O conto do John Green aparece na sequência e, confesso, que dentre os três contos ele foi o mais... sem propósito (?) eu diria. No finalzinho eu acabei analisando a história com um olhar mais feliz pois ele traz a questão da amizade verdadeira, da afinidade, cumplicidade. Mas na maior parte da narrativa eu ficava me perguntando aonde tudo aquilo iria me levar.

O terceiro conto, escrito pela Lauren Myracle, conta a história da Addie, ela não está em um bom momento, porque seu relacionamento com Jeb chegou ao fim. Desabafando com algumas amigas e analisando um pouco a si própria ela percebe que é hora de mudar algo nela que, de certa forma, prejudica o seu relacionamento com os outros, muitos a consideram egoísta, então ela decide rever algumas coisas e fazer algo a respeito. Gostei bastante da Addie, como ela estava empenhada em mudar a si mesma, em se tornar uma pessoa melhor. A história, apesar de comum, trouxe uma mensagem válida.

Complicado dar nota para um livro de contos, ainda mais levando em consideração o fato deles terem sido escritos por autores diferentes. Então, vou fazer da seguinte maneira, imagine um pódio: em primeiro lugar estaria o conto O Expresso Jubileu da Maureen Johnson; em segundo lugar o conto O Santo Padroeiro dos Porcos da Lauren Myracle; e em terceiro lugar O Milagre da Torcida de Natal do John Green.

No geral posso dizer que gostei. Foi uma leitura leve, divertida, rápida e os personagens, em sua maioria, foram carismáticos. E por mais que cada conto possua uma história independente, as histórias estão interligadas, pois elas se passam na mesma região. Foi divertido encontrar personagens que eram ‘protagonistas’ em um dos contos, aparecendo como personagem secundário em outro. E foi muito satisfatória a forma como tudo se uniu no final.

Essas três histórias mostram que, muitas vezes, fazer planos pode ser inútil e frustrante, mas aquilo que acontece fora do planejado pode ser algo bom. Talvez, seja até mesmo, melhor que o que tínhamos planejado. Mostra como às vezes a gente pode demorar a enxergar algo que está na cara e, como uma pessoa que está de fora da situação pode ter uma visão muito mais clara do que está realmente acontecendo. Às vezes só precisamos que alguém aponte um fato para que consigamos visualizar a situação como um todo e saber como agir a partir dali. Às vezes conhecemos alguém capaz de clarear nossas ideias, e então, nos damos conta que estávamos meio equivocados sobre algo. E, vez ou outra, a gente acaba se enganando sem querer, mas com sorte, encontramos alguém capaz de abrir os nossos olhos. Às vezes, somos espertos o suficiente para reconhecer aquilo de mau que há em nós e passamos a tentar uma transformação. Às vezes, a gente começa a leitura de um livro sem muita expectativa e acaba encontrando histórias que, por mais que sejam simples, nos remetem a reflexões sobre pequenos fatos do dia-a-dia que fazem a diferença.

Livro: Deixe a neve cair
Autores: Maureen Johnson, John Green, Lauren Myracle. 
Tradução: Mariana Kohnert
Páginas: 336
Editora: Rocco

9 comentários:

  1. Esse livro tem toda a pinta de ser fofo. Ainda não li, mas pretendo. Talvez no Natal 2014 hehe

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. dos três autores deste livro, eu só li John Green :P
    tenho muita curiosidade em ler, até porque adoro ler livros com temas natalinos, indetendente da época do ano, e porque ultimamente estou gostando de livros de contos...
    quero ler este logo :D

    ResponderExcluir
  3. Tenho vontade de ler esse livro, mas acho que não é algo: "Ah, preciso deste livro para ontem!". Eu gosto de contos e me divirto com eles, mas não é algo que venha em primeiro lugar na minha lista de prioridades. O que eu achei interessante em Deixe a Neve Cair é que os personagens meio que se encontram nos contos, certo? Bom, pelo menos foi o que li numa resenha...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Mandinha, infelizmente este livro foi uma decepção para mim. Assim como você, fiquei curiosa para lê-lo por causa do John e também achei o conto dele o mais sem noção. Simplesmente não consegui engoli as histórias que achei sem pé nem cabeça e totalmente exageradas. Uma pena. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  5. Amanda, achei bacana você ter conseguido tirar algum significado maior do livro, porque eu não consegui. Eu fiquei curiosa pra ler porque adoro Natal e a ideia de um trem ficar preso numa nevasca parecia uma ideia tão boa! Mas não gostei muito de nenhum dos contos, especialmente o da Lauren Myracle, quase desisti. O do John Green foi divertido, mas também achei meio sem propósito. O da Maureen foi o mais bacana entre todos, mas ainda assim não fui comprada. Enfim, sei lá. YA e eu não nos damos mais muito bem, preciso aprender a seguir adiante e parar de falar mal dos livros.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. comprei esse livro, vamos ver oq acharei! Parece que concordam com você em relação ao conto de John Green...

    ResponderExcluir
  7. Hey Nutella, tudo bem?

    Já viu aquele autor que você não leu nada dele mas tem "nojinho"? O João Verde é um deles e eu não sei o pq. Até o Nicolas Faíscas eu já li - não gostei e não consegui ver o que esse povo vê nele pra surtar quando falam que ele vai lançar algo - mas não tenho vontade nenhuma de ler algo do JV. Tenho aqui na estante Will e Will que é em parceria com o David Levithan (que eu gosto da narrativa, apesar do final de Todo Dia) e me recuso a ler HAHAHAHA. Não sou muito chegado em livros de contos e ler livros referentes a datas comemorativas em suas respectivas datas, eu leio o que vejo pela frente quando dá vontade de ler HAHAHA.

    Bjão
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Nossa! Achei a sua resenha muito bonita! A mensagem que o livro passou para vc! Me deixou com muita vontade de ler e conhecer essas histórias simples e comoventes!
    Ele já estava na linha lista, mas agora minha curiosidade esta muito maior!
    Parabéns pela resenha!
    Beijos
    Ps: Nova [Resenha + Promo]Não Pare! - FML Pepper - ''Definitivamente, eu estava flertando com a morte.''
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/02/resenha-nao-pare-fml-pepper.html

    ResponderExcluir