Um Caso Perdido - Hopeless #1 - Colleen Hoover

Todo mundo notou que eu andei bastante sumida, né? Não digam o contrário, quero me iludir e achar que sentiram falta das minhas resenhas... Bom, o fato é que maio inteiro e o começo de junho foram impossível pra mim por causa do fim de semestre na faculdade, mas cá estou eu, de volta e vou falar bastante com vocês.

Estou de olho em Hopeless desde que li Slammed porque ambos foram escritos pela Colleen Hoover e Métrica e Pausa me fizeram querer ler até a lista de compras do supermercado que a Colleen escrever. Quando o livro chegou (de surpresa!) pra mim comecei a ler assim que pude.

Sky é uma garota que foi criada de uma maneira completamente diferente de qualquer outra adolescente da sua idade: ela não pode ter contato com qualquer tipo de tecnologia e sua educação é caseira, então isso torna a sua experiência com o mundo exterior um absolutamente limitada à sua melhor amiga, Six. Elas duas conseguiram uma fama de garotas fáceis, o que no caso de Six é um pouco verdade, mas no de Sky não, ela nunca dormiu com cara nenhum porque enquanto está dando uns amassos com algum garoto a única coisa que sente é torpor.

Ela consegue, finalmente, convencer a sua mãe adotiva a deixá-la ir para a escola, como qualquer adolescente normal e então Six finalmente consegue ir para a Itália fazer intercâmbio. Sky poderia muito bem desistir da escola, principalmente tudo que seus livros dizem sobre high school é que as pessoas serão cruéis, mas ela não desiste achando que nada seria tão ruim, mas a verdade é que a escola se provou ser exatamente o que fora descrito pelos autores. As meninas, em especial, não para de importuna-la pregando bilhetinhos em seu armário, mas nada disso a incomoda de verdade, a situação lhe parece mais engraçada do que qualquer outra coisa. Mesmo com toda a hostilidade do ambiente a menina consegue fazer um amigo, Breckin que também se sente à margem por ser mórmon e gay.

Os dias vão se passando e ela começa a se acostumar com a rotina e se prepara para dar adeus a sua melhor amiga, Six fará intercâmbio na Itália. Naquele fim de semana Karen, sua mãe adotiva, tem que viajar para vender as coisas que produz com ervas e especiarias, isso é o céu para a adolescente que tem que comer a comida vegana da mãe. Nesse dia ela vai ao mercado comprar besteiras e é a primeira vez que encontra com o misterioso e lindo Dean Holder. Ele a deixa bastante desconfortável só de olhar para ela e isso a apavora, nenhum cara nunca a fez sentir nada assim, bem isso não é totalmente verdade, nenhum garoto nunca a fez sentir e pronto.


Em meio a vários outros acontecimentos, ela e Holder acabam se aproximando e se apaixonando, mas o relacionamento que surge entre os dois é bastante conturbado e os mistérios que rondam o passado dos dois vai interferir de forma direta na relação do casal. O quanta mentira ela poderá aguentar? Depois de Holder, a vida de Sky nunca mais será a mesma.

Falar desse livro é um pouco complicado para mim porque eu fiquei totalmente envolvida pelos dramas que são desenvolvidos pela autora. A Colleen traz em seus livros temas pesados e que vão fazer seus leitores refletirem bastante e com Um Caso Perdido não foi diferente.

Primeiramente eu preciso comentar que, como as outras obras da Hoover, Um Caso Perdido prende o leitor desde o primeiro capítulo. A leitura pra mim foi avassaladora, enquanto não descobri os motivos ocultos por trás dos estranhos comportamentos de Holder perto de Sky e do motivo da garota não se lembrar de nada da sua primeira infância não parei de devorar o livro e quando isso finalmente aconteceu não acreditei do quão genial a autora havia sido,
mas para poder falar sobre o assunto pra vocês vou ter que dar um spoiler bem grande, se você não quiser saber pule os dois próximos parágrafos ou pare de ler esta resenha aqui.

O tema que Hoover traz pra gente é absurdamente polêmico: pedofilia. Mas não apenas a pedofilia, Sky vai sofrer abuso sexual do pai quando ainda era apenas uma menininha de cinco ou seis anos, mas além do fato horroroso de ela sofrer abuso de alguém que devia protegê-la ainda tem o agravante de que ele é um xerife, ou algo do tipo.

Assim que isso é revelado eu fiquei pensando no número de crianças que sofrem abuso onde deveriam estar protegidas: em casa. Acho que todo mundo sabe que tenho uma irmã que ainda é só criança e só de pensar que alguém como ela, que ainda não pode se proteger, sofre esse tipo de abuso fico absolutamente revoltada e acredito que por isso o livro mexeu tanto comigo.

Achei de uma coragem e uma genialidade sem tamanho que a Colleen resolvesse discutir isso em sua obra. Isso só prova ainda mais que livros podem nos fazer refletir ao discutir assuntos importantes. Essa leitura com certeza me mudou de uma forma que não sou capaz de explicar pra vocês.

Bom, vi duas capas de Hopelless uma idêntica a brasileira e a outra um pouco diferente, mas ambas americanas. Todo mundo tá cansado de saber que não gosto de capa com rosto de pessoas nela, bom então podem saber que não me agradou tanto essa aqui, mas não é de todo ruim.

Incrivelmente eu me identifiquei bastante com Sky, pra falar a verdade me achei bem parecida com ela em algumas coisas. Já o Holder é um tipo de Travis Maddox: lindo, misterioso, forte e com variações de humor que fazem qualquer um pensar que ele é bipolar, mas não sei o motivo de não ter conseguido amá-lo tanto quanto outros personagens da autora. Simplesmente não gostei tanto assim.

De todas as personagens a quem somos apresentados no livro, sem dúvida alguma a minha favorita é o
Breckin. Ele é divertido, espirituoso e me lembra um amigo que tenho e o qual eu realmente amo. Toda vez que ele aparecia no livro não podia deixar de me lembrar desse meu amigo, sem mencionar que Breckin deixa o livro bem mais leve e divertido por várias vezes.

Acho que todo mundo já entendeu que adorei o livro, não da para não gostar de uma obra tão completa e escrita por alguém tão talentosa. Mal posso esperar para ler Losing Hope, a história pelo ponto de vista do Holder. O livro ainda não tem data de lançamento prevista aqui no Brasil, até onde eu sei, e tão pouco é uma leitura obrigatória a história se fecha já nesse primeiro livro.


18 comentários:

  1. A capa me interessou e eu queria ler esse livro. Não conheço a autora e essa foi a primeira resenha que li, só posso dizer que agora estou com ainda mais vontade de ler rsrs ;)
    Gostei bastante da resenha.
    Beijocas

    http://ultimasfolhasdooutono.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não gosto muito da capa :s mas das que tem um rosto nela é uma das que "menos desgosto" hahaha
      Que bom que minha resenha te fez ficar interessada no livro, ele é muito bom <3

      — Jessie

      Excluir
  2. Nunca li nada da Colleen Hoover, mas me interessei por esse livro por ser louca pra ler Métrica. Faz sentido? rs A história parece ser tão linda, tem me conquistado mais e mais a cada comentário, a cada resenha, <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Métrica é muito amor e ele me fez ficar muito fã da Colleen, sou totalmente suspeita para falar das obras dela porque sou muito fã.
      Tomara que você leia ambos os livros e que se apaixone pela escrita dela como eu <3

      — Jessie

      Excluir
  3. Que resenha mais completa! Deu mais vontade ainda de ler esse livro! >.<
    E a culpa é toda sua hahha

    Tudo Que Motiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhhh que bom, eu adoro quando minhas resenhas de livros pelos quais sou apaixonada despertam esse sentimento <3
      Tô torcendo pra você ler logo esse livro Rosana!

      — Jessie

      Excluir
  4. Adorei a resenha! Não li os spoilers, quero ler o livro. Parece fantástico, e todos falam muito bem dele. A capa é fantástica, e o drama que a história parece trazer é perfeito, amo livros assim.

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha. Esse livro é maravilhoso Karla, a verdade tudo que a Colleen escreve é <3

      Beijos

      Excluir
  5. Ainda não li Métrica e Pausa mas só li elogios para as obras da autora. Não li a resenha inteira pq não gosto de spoilers! hahahah Com certeza entrou para minha wishlist!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles são muito perfeitos, sério! Li Métrica quando a GR lançou e depois li Pausa em inglês mesmo porque simplesmente não pude esperar <3

      Tomara que cosia ler o quanto antes os livros dela

      Beijos

      Excluir
  6. Oi Jessie!
    Acho que eu já disse isso aqui em algum lugar, mas todo mundo tá falando tão bem desse livro que preciso lê-lo. Nunca li nada da autora, e de todas as obras dela, "Um Caso Perdido" foi a que mais me interessou. Eu gosto muito desses temas polêmicos que fazem a gente refletir...
    Beijos!

    http://roendolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Jessie!

    Ameeeeeeeeeei sua resenha (fiz o favor de pular a parte do spoiler) e estou louca p/ ler esse livro, vi bastante criticas positivas sobre esse livro e estou super super ansiosa p/ ler.

    Abçs

    ResponderExcluir
  8. Olá!!

    Adorei a sua resenha Jesse!!
    Me deu vontade de ler ele rs.. Sério, li sinopse mas.. sei lá.. agora lendo a resenha fiquei curiosa..
    Por incrível que pareça, não li Métrica ainda :o rs Ok, vou ler kkkkkk

    Beijos ;)

    ResponderExcluir
  9. eu li tantas resenhas falando bem desse livro que fiquei com muita vontade de ler. E todos elogiaram muito a autora também e seus outros livros. Então, estou adicionando esse livro e mais outros dela na minha listinha de desejados

    ResponderExcluir
  10. Adorei a resenha. Quero mt esse livro

    ResponderExcluir
  11. Preciso urgentemente desse livro. Dizem que é melhor que é Métrica e eu amei Métrica e Pausa. Não vejo a hora de me aventurar em mais uma história da Colleen <3

    ResponderExcluir
  12. Mesmo tendo lido várias resenha (até positivas), ainda não me interessei por ''Métrica'', mas fiquei curiosa por esse livro.
    Parece ser um drama muito bom. Gostei que há todo um mistério na infância da personagem, sem contar o Holder também ser outro grande mistério (e sabe que, lendo sua resenha, me lembrei do Travis de Belo Desastre também! *-*)

    ResponderExcluir
  13. Sou apaixonada pela Colleen desde que li Métrica. Desde então vim me apaixonando pelo trabalho dessa autora excepcional. Confiando no trabalho dela como eu confio, tenho certeza que Caso Perdido é um livro muito bom, que eu leria e me apaixonaria, assim como os que li dela. É uma autora simples e brilhante.
    Gostei da resenha, me fez querer ler ainda mais.
    bj, dréa

    ResponderExcluir