O Irresistível Café De Cupcakes - Mary Simses

Antes de requisitar um livro pra ler das editoras parceiras eu procuro ler a sinopse e ver se encontro algum comentário em blogs americanos ou britânicos que acompanho, na maioria das vezes da certo e outras vezes nem tanto. Por mais que meu gosto literário se pareça com o dessas pessoas que acompanho, ele nunca será igual e é por isso que às vezes leio livros dos quais não gosto tanto.

Ellen é uma advogada muito bem sucedida, ela tem uma carreira estável e está prestes a se casar com o homem dos sonhos de qualquer mulher: carinhoso, educado, brilhante, socialmente engajado e com uma carreira brilhante pela frente. É claro que Hayden também a ama. Tudo está perfeito na vida dela.

Mas então acontece algo inesperado: sua avó, com quem era extremamente apegada, morre. Quando estava morrendo ela pede a Ellen que vá a Bacon e entregue, pessoalmente, uma carta a um velho amor de sua juventude. É claro que nunca negaria algo assim à sua avó e uma semana depois a mulher viaja, sozinha, para a cidade para encontrar Chet Cummings e entregar a tal carta.

Logo que chega a Bacon ela já passa por uma situação perigosa: ao tentar tirar algumas fotos da paisagem local ela vai até um píer antigo e as tábuas, corroídas pelo tempo e pela água, acabam cedendo e Ellen cai no mar, mesmo sendo uma nadadora ela acaba entrando em pânico e começa a se afogar e é quando Roy aparece. Ele salva sua vida e ela, por impulso, acaba beijando-o.

A viagem acaba se esticando, encontrar Chet para entregá-lo a carta de sua avó não parece a tarefa simples que Ellen acreditou que seria. E o destino parece conspirar para fazê-la encontrar com o carpinteiro que salvou sua vida. Roy começa a ter um papel decisivo em sua jornada e dúvidas aparecem na cabeça da jovem mulher. O que era uma viagem para cumprir uma promessa acaba se tornando muito mais.

Por mais que esse livro me parecesse promissor quando li alguns comentários sobre ele em blogs internacionais, ele simplesmente não me agradou. Achei a história lenta demais, quase nada aconteceu durante o livro inteiro e o final dele foi bastante previsível, nada de surpresas nem reviravoltas de tirar o fôlego.

Por outro lado as características da Ellen até que me fizeram gostar dela e, em certo momento da leitura, me vi pensando que tínhamos algumas coisas em comum. Da pra ver algum amadurecimento da personagem durante o livro e isso realmente fez muita diferença pra mim, porque do contrário tenho certeza que teria odiado a escrita da Mary Simses. No começo achei que Ellen tinha uma personalidade muito adolescente pra uma mulher bem sucedida de 34 anos.

Boa parte desse crescimento que mencionei está ligado a Roy, ele faz com que ela se questione sobre as coisas que acredita ser verdade absoluta. É uma coisa interessante de se ver acontecendo durante a evolução da história e que torna o livro um pouco mais interessante.

O que me incomodou bastante é o fato de que o que acontecia fora de Bacon, a vida da Ellen simplesmente foi "mencionado", ela falava com o noivo ou pensava sobre ele, mas isso foi tudo, nada demais. Isso sem falar da mãe dela que na maior parte do tempo só é mencionada pra falar "ó ela tem mãe, tá gente!".


Quero mencionar que diagramação está diferente, ao invés de termos o travessão como estamos acostumados, esse livro traz as aspas quando há o diálogo, pra quem lê em inglês não vai estranhar em nada pois é assim que os livros são no original, mas algumas pessoas podem demorar um pouco pra se acostumar. Simplesmente amei essa capa, sério, divina! E se for comparada com a americana ela fica ainda mais linda. Não é que a original seja feia, na verdade eu até gostei dela, mas é que a nossa tem um charme todo especial, pelo menos na minha opinião.



Como eu disse, o livro não foge daquele "lugar comum" que a maioria dos romances têm. Eu já sabia do desfecho assim que terminei o primeiro capítulo e isso, somado a sinopse bastante reveladora que a Seguinte trouxe pra gente, não temos espaço nem pra cogitar nada diferente. E eis minha outra reclamação: a sinopse! As editoras em geral tem revelado uma parte substancial do enredo de seus livros nas sinopses dos mesmos. POR FAVOR, PAREM! Nada pior no universo literário que uma sinopse cheia de spoiler.

6 comentários:

  1. Oi, td bom?
    Eu adoro o título desse livro, pena que vc não gostou tanto. Eu estou pensando em dar uma chance para ele ;)

    Beijos!
    Arrastando as Alpargatas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa!

      Eu sempre acho interessante que se a pessoa está curiosa sobre algum livro, tendo ouvido comentários positivos ou negativos sobre ele, dar uma chance. Nesse caso a história não me convenceu mesmo, mas só porque eu não gostei não quer dizer que outras pessoas tem que achar o mesmo que eu.

      Beijos!

      Excluir
  2. eu ganhei esse livro umas duas semanas atrás e já li e concordo com vc Jessie.

    a capa nacional é linda e eu fiquei babando nela pq tem aquele enfeito emborrachado além de tudo, mas a história deixou a desejar na minha opinião.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh Mari que pena que não gostou do livro, realmente achei que faltou um "algo a mais" na narrativa...

      O emborrachado faz um bocado de diferença mesmo da um efeito diferente. Até hoje não sei se gosto dele porque fica com marcas de dedos e isso me irrita profundamente hahahaha

      Beijinhos :*

      Excluir
  3. Que pena que não gostou do livro Jessie, quero muito ler pra saber o que que eu vou achar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre acho que a pessoa tem que ler a obra que ela estiver interessada Karol, não é porque eu achei ruim que, necessariamente, todo mundo tenha que fazer o mesmo. Muito pelo contrário, torço muito para que goste da narrativa de O Irresistível Café de Cupcakes.

      Beijinhos :*

      Excluir