Morra Por Mim - Revenants #1 - Amy Plum

Faz um tempo que estou "namorando" esse livro, bem antes do lançamento dele aqui no Brasil pela Farol, mas só esse ano fui ler. A sina de todo leitor com uma wish list gigante e aposto que muitos aqui sabem do que estou falando.

Georgia e Kate estão passando pelo momento mais complicado das suas vidas. Depois de perder os pais em um acidente as irmãs têm que se mudar para Paris, onde vão viver com os avós que são a única família que lhes restou. Elas não se tornaram apenas órfãs do dia para a noite: também estão perdendo os amigos que fizeram durante toda a vida.


Cada uma delas está tentando lidar com o luto de uma forma: Georgia, a mais velha, sai o tempo todo para várias festas, mas quando está deitada chora até não aguentar mais. Kate se sente arrasada e não consegue sair, ela prefere mergulhar entre as páginas de seus livros, mas um certo dia é convencida pela irmã a sair, pelo menos para um café, e essa é a primeira vez que encontra Vincent.

Não seria nada demais, só um cara bonito que ela viu em um café em Paris, poderia acontecer o tempo todo. O que é incomum é a sensação de que ela o conhece desde sempre, no dia seguinte eles conversam pela primeira vez o que só serviu para deixar a garota bastante irritada. 

Dias se passam sem que Kate saiba nada sobre Vincent e quando o misterioso francês não passava de uma memória incômoda, eles acabam se encontrando numa visita que ela faz ao museu, dando a chance de eles poderem conversar novamente. O problema é que depois de observá-lo de perto ela percebe certas estranhezas no rapaz e, o ápice de tudo, é a reação dele ao suicídio de um dos amigos.

As coisas não fazem sentido para Kate e o mistério que envolve Vincent a perturba demais, é por acaso que ela começa a elucidar um pouco do mistério que o cerca, graças a uma pesquisa feita para a escola. Às vezes a verdade pode ser mais fantasiosa que qualquer um dos livros que ela já leu.

Esse foi um livro que me prendeu bastante durante a leitura e do qual acabei gostando muito. Amy Plum cria uma fantasia própria, com mistério e romance na dose certa para deixar o leitor curioso até a última página. 

O mistério que atiça a curiosidade não é apenas uma desculpa sobrenatural para um romance piegas, o que me surpreendeu muito. A fantasia é parte essencial do livro e isso torna a trama ainda mais interessante para aqueles que, assim como eu, são fãs não apenas de YA, mas acima de tudo, de uma obra bem escrita. Acrescente a isso tudo que mencionei o charme da capital francesa! Este livro foi feito para ser um sucesso, pessoal!

O segundo volume da trilogia Revenants, intitulado Until I Die, já foi publicado no Brasil pela Farol e foi traduzido para Até Que Eu Morra. O que não posso deixar de falar aqui é que estou louca pra lê-lo e, ao mesmo tempo, torcendo para que a Amy mantenha o nível do primeiro livro.



8 comentários:

  1. Este é com certeza daqueles livros que eu posso afirmar que me interessaram desde o momento que coloquei os olhos na capa. Saber que é um romance bom e um pouco diferente me animam ainda mais em ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. A capa desse livro é bem bonita, mas assim que a vi, pensei em um romance adolescente bobinho. Engano meu! Achei a história interessante e confesso que me encontrei bem curiosa a respeito dessa criatura sobrenatural que é Vincent. A Kate parece ter uma personalidade mais madura, já não senti o mesmo sobre sua irmã. Espero ter a oportunidade de ler esse livro.

    http://umadosemaisforte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Bateu uma curiosidade, e meu Deus essa capa é linda.

    ResponderExcluir
  4. Confesso que quando vi o livro achei a capa muito bonita mas não dei muita atenção, por ter lido a sinopse e não ter ficado extremamente envolvida. Mas agora com a sua resenha, estou cogitando seriamente em coloca-lo na minha wishlist (que está enoooorme) rsrsrs Enfim, adorei saber que há mistério e fantasia muito bem pontuados e que, graças aos céus, o romance não é piegas! Gosto muito quando o enredo tem uma localização bonita e Paris tem todo um charme singular... E uma classificação de cinco estrelas me faz saltar de alegria e me deixa ansiosa para conferir a história também.

    ResponderExcluir
  5. Oi Jessie!
    Eu adorei Morra por mim quando li. Até estou esperando a Farol enviar o volume dois. Gostei muito do cenário ser em Paris, fugindo um pouco dos EUA e também da mitologia. Além disso, são muitos mistérios, né?! Tenho a impressão que os avós das meninas sabem de alguma coisa, vamos ver nos próximos livros!

    Beijão! ;)

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho curiosidade de ler esse livro, já vi falarem bem dele, a respeito da resenha fiquei curiosa para conhecer esse Vincent e saber mais sobre ele, parece ser um bom personagem e que bom que gostou da leitura.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Jessie!

    Apesar da capa do livro ser maravilhosa, não dei muita atenção por causa do título. Muito provavelmente eu já comentei com você essa coisa do título do livro ser a porta de entrada para a curiosidade. Porém, após ler sua resenha, fiquei eufórica! Devia ter lido antes para poder pegar emprestado, né? HUAEHAUEHUAHEAUEHAEAE

    Costumo gostar bastante desses livros que misturam a fantasia ao romance.

    Beijos!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
  8. a sua resenha me deixou c/ mais curiosidade de conhecer a serie "morra por mim". tambem fiquei morrendo de curiosidade de descobrir esse misterio sobre o vincent.

    ResponderExcluir