Entrevista: Camila Moreira

Oi, gente! Faz um tempinho que estou planejando algo muito especial pra vocês: uma semana dedicada à duologia O Amor Não Tem Leis que começa hoje com a entrevista que fiz com a Camila Moreira, autora dos livros! Sei que ela já tem muitos fãs e por isso, no final dessa semana, vou sortear O Amor Não Tem Leis e O Julgamento Final aqui no blog. Quer saber mais sobre os livros e as inspirações da Camila? Então continue lendo este post!

Jessie: Primeiramente muito obrigada por responder a essas perguntas, Camila. Bem, o que muitas pessoas querem saber hoje sobre você é: de onde surgiu a ideia de O Amor Não Tem Leis?
Camila: Obrigada você, querida, pelo espaço. O Amor Não Tem Leis surgiu de um momento de escape. Estava passando por um problema familiar, ou seja, meu divórcio (não é mais novidade para ninguém rsrs), e eu queria ler algo em que a mocinha uma mulher mais madura e dona de si. Assim, eu rabisquei os primeiros capítulos da Clara. Quando percebi estava com alguns capítulos prontos. Convencida por algumas amigas, acabei postando no Wattpad e graças a Deus e aos leitores e amigos, hoje o livro está em todas as livrarias.

Jessie: Você já lia romances eróticos antes? Porque nós com certeza gostaríamos que você nos desse umas dicas.
Camila: Eu leio de tudo, mas o erótico com certeza é o que mais frequenta a cabeceira da minha cama. Posso indicar várias autoras, mas vou deixar como dica as queridas brasileiras: LM Gomes, Mila Wander, Nina Muller, Juliana Parrini e Barbara Biazioli. Todas elas têm histórias maravilhosas. Vale a pena conferir.

Jessie: Eu leio muitos livros do gênero e estava bastante cansada de a protagonista da história ter sempre que ser a garota frágil, com a auto-estima lá em baixo e que era sempre inocente. Clara não é assim e esse foi um dos grandes pontos do livro pra mim, ela parece real! Bom, o que te fez optar por dar essa personalidade para ela?
Camila: Eu também compartilhava da mesma frustração que você. Cansada de ler mocinhas indefesas e submissas achei que era hora de uma mulher “real” tomar as rédeas desse Romance. Clara foi inspirada em cada mulher que conheço e convivo. Forte, independente, que sabe o que quer e corre atrás sem nenhum medo. Ela não quer saber o que a sociedade vai achar, o que os outros vão pensar e julgar. Ela comanda a vida dela, e não abre mão de sua independência e amor próprio por homem algum. Ou seja, ela se ama acima de qualquer coisa.

Jessie: O dr. Ferraz já faz parte do imaginário de muitas mulheres, ele fisicamente foi inspirado no ator Gerard Butler, mas e a personalidade do nosso amado Lobo Mau? Ela foi criada sozinha ou inspirada em alguém?
Camila: Acredito que o Ferraz seja a materialização do sonho de muitas mulheres. O cara sabe dosar cada personalidade que existe nele. É carinhoso, mas quando preciso pode pegar um pouco pesado (se é que me entende), é gentil, educado, super-família, bom profissional, tem sua possessividade e ciúme, mas sabe dar o espaço que a Clara precisa, além de ser O cara entre quatro paredes. Ou seja, quase perfeito. Pena que está apenas nas páginas dos livros.

Jessie: Recentemente eu vi que postou na página que não são só as mulheres que estão lendo seu livro. Como é ver o seu livro ir parar também na mão de homens? Você tinha essa intenção quando criou a narrativa?
Camila: Nãooooooo! A cada vez que vejo um homem lendo eu fico de boca aberta. E o engraçado é que, a maioria são maridos, irmãos e amigos de leitoras que ficaram curiosos sobre o livro. É uma surpresa boa, e não é que eles gostam?!

Jessie: Seu livro tem recebido inúmeros elogios, mas é impossível agradar a todos e, mesmo que poucos, você tem recebido ou lido comentários negativos sobre O Amor Não Tem Leis? Se sim, como reage a eles?
Camila: No começo eu chorava muito. Mas hoje entendo que realmente, é impossível agradar a todos. Eu tento retirar o que pode servir para o meu crescimento e não me abalar muito. Mas graças a Deus a maioria das críticas são positivas.

Jessie: Vejo que várias pessoas estão te pedindo um livro só para o Diego. Existe a possibilidade de o nosso príncipe ganhar livro solo?*
Camila: OMG! E o bixinho vai voltar do além?! Rsrsrrs (não posso falar nada do Diego, somente no livro dois. Foi ótima sua tentativa de spoiler, mas não colou)

Essa pergunta faz mais sentido depois de ler o primeiro livro, mas antes de começar o segundo.

Jessie: Algumas pessoas podem não saber, mas esses não são seus primeiros livros, você escreveu também 8 Segundos, Infiltrado e A Cor do Amor. Fale um pouquinho sobre esses livros pra gente!
Camila: Minha primeira história é O Amor Não Tem Leis. Depois eu me empolguei. Rsrs Eu tenho concluído 8 segundos, uma história que se passa no interior do país e nos conta sobre a relação de um peão de rodeio e veterinário e uma patricinha da cidade grande. Também estou trabalhando em mais três obras: Ruptura – algumas feridas nunca cicatrizam, uma história que fala sobre perdas, recomeços e auto-perdão.  Infiltrado, é um romance policial, ou pelo menos vou tentar que seja. Se passa no Rio de Janeiro e irá nos contar um pouquinho do cotidiano de um agente da policia federal infiltrado em uma favela. A Cor do Amor é um spin-off de 8 segundos, conta a história do Henrique, descendente de uma família escravagista, e que, contrariando seu pai, irá se apaixonar por uma garota negra. E ainda tenho mais algumas coisinhas em andamento. Dois spin-off de O Amor Não Tem Leis (Shhhhh! Segredo!) e mais duas histórias que ainda estou no comecinho. Uma que escreverei em parceria com a autora Manu Torres, e outra que contará a vida de uma jornalista que odeia esporte, mas terá que conviver com um jogador de futebol. A cabeça está a mil, só me falta o tempo. Rsrs

Jessie: A playlist de O Amor Não Tem Leis é maravilhosa, vamos ter o mesmo em O Julgamento final?
Camila: Obrigada. Acredito que sim. Gosto de mesclar músicas nacionais com sucessos lá de fora. Eu escuto os dois, e acredito que ambos possam ocupar o mesmo livro. Na playlist de JF, teremos mais de AvengedSevenfold, Jota Quest, Paralamas do Sucesso, Milton Nascimento, e muito mais.

Jessie: O que suas leitoras podem esperar de O Julgamento Final? Algumas lágrimas? Porque eu preciso dizer que chorei um bocado com o final do livro anterior.
Camila: O que os leitores podem esperar do Julgamento Final são revelações. Acredito que tudo que ficou pendente no livro 1 será resolvido e esclarecido. Vilões serão descobertos, amores serão solidificados e quem é fã do Lobo Mau verá um Dr. Ferraz mais maduro e decidido. Clara se mostrará uma vencedora, apesar de tudo que sofreu em sua vida buscará sua felicidade, mas é óbvio que não será tão fácil assim. Se não, não teria graça (risos). Os personagens secundários virão ainda mais fortes e com certeza irão se apaixonar ainda mais por eles. No mais, a fórmula continua a mesma: risadas, aventuras, romance, cenas quentes e sim... algumas lágrimas.

PERGUNTAS RÁPIDAS:

Um dia especial –> Hoje
Um livro –> Orgulho e Preconceito
Uma frase –> Todos os fins são começos, apenas não sabemos disso na hora (MicthAlboom)
Uma música –> Seize the Day
Um filme –> Antes que termine o dia
Um sonho/uma meta –> A felicidade, esteja ela onde estiver.

2 comentários:

  1. Amei a Entrevista.Perguntas super bem selecionadas e feitas,Camila é um amor de pessoa.Ainda estou no primeiro livro,mais to encantada pela escrita e história.Já conquistou mais uma fã!Parabéns ao Blog pela entrevista Tbém.

    ResponderExcluir
  2. Adorei a entrevista. Muito bem feita, por sinal. Parabéns. Não conhecia a autora e nem suas obras, mas me encantei com ela e fiquei bastante curiosa para ler os livros.
    Um grande beijo

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir