Somente Sua - Crossfire #4 - Sylvia Day

A resenha de hoje é do penúltimo livro da série Crossfire, que foi lançada pela editora Paralela aqui no Brasil. Se estiverem interessados em saber a minha opinião sobre esta obra continuem lendo o texto.

Gideon Cross e Eva Tramell agora são marido e mulher, casaram-se em segredo em uma praia, e tudo parece estar finalmente se encaminhando para uma vida sossegada e cheia de paz e felicidade para os dois.

Eles acabaram de passar por um grande teste e Gideon provou que faria qualquer coisa para proteger sua amada. Ao saber o quanto ele arriscou para salva-la, Eva sente que tem que fazer o mesmo, o que gera alguns conflitos ao longo da trama. Por mais que ambos se sintam seguros a personalidade explosiva dos dois torna a relação uma montanha russa de emoções.

O casal está tentando consertar alguns erros e refrear as suas piores tendências, mas toda vez que têm uma discussão acabam recorrendo ao sexo para se reconciliar, prática nada saudável segundo o terapeuta deles. Além disso, com o desejo de colocar o mundo aos pés de Eva, Gideon começa a tirar as escolhas de Eva, algo que ela não pode aceitar por causa do histórico com sua mãe. Eles devem resolver os problemas internos da vida conjugal e ainda precisam lidar com aqueles que querem acabar com o relação dos dois. Será que conseguirão?

Faz muito, mas muito tempo mesmo que li este livro e fiquei aqui pensando porquê não tinha postado a resenha no blog, provavelmente porque me esqueci (acontece muito!). Bom, fato é que eu gosto bastante da série Crossfire, contudo isso não veda os meus olhos para os defeitos que vejo no livro.

Mas comecemos pelo que é bom, Somente Sua é o primeiro livro da série que traz a perspectiva das duas personagens o que nos faz conhecer um pouco melhor Gideon, suas inseguranças e medos, suas paixões e pensamentos mais profundos. Pessoalmente é a forma de narrativa que mais gosto por nos dar a visão da situação de dentro da cabeça das personagens.

A tentativa dos dois de melhorarem como pessoa é muito interessante também, Day acerta ao colocar personagens falíveis, uma vez eles querem mudar certos padrões, mas nem sempre conseguem, certamente não de primeira. Isso faz com que Eva e Gideon sejam mais reais do que ficcionais.

O que me incomodou é que, ao tentar trazer muitos conflitos para a história, Day perde um pouco a mão neste sentido, ela não da paz aos dois e isso incomoda bastante, eles acabaram de passar por um problema gigante e na página seguinte já tinha outro esperando pelo casal e ela teve que trabalhar tudo isso em  289 páginas, então posso dizer que não gostei, muitos desses dramas ficaram mal desenvolvidos ou mal acabados.

A personalidade da Eva também sofre uma grande mudança, ela se torna mais submissa ao Gideon, isso faz com ela se torne chatinha durante uma boa parte do livro, quando ele não toma a frente da situação ela recorre a ele sem nem tentar resolver o problema. Essa mudança foi, com toda a certeza, a que mais me incomodou durante a leitura, gostei mais da Eva dos outros livros.

O próximo livro, Todo Seu, já foi lançado há alguns meses pela Paralela e eu já li, então a resenha dele deve sair nos próximos dias!


0 comentários:

Postar um comentário